Search
Sunday 27 September 2020
  • :
  • :

Agora é oficial: CBV cria Supercopa Banco do Brasil

Foto: Divulgação

Logo oficial da competição

Conforme o Melhor do Vôlei havia antecipado há alguns dias, a CBV está criando uma nova competição para o calendário brasileiro. Nesta segunda-feira (30/04), a entidade comunicou oficialmente a parceria com o Banco do Brasil para a criação da Supercopa Banco do Brasil de Vôlei Masculino.

A competição contará com representantes de quase todos os estados e será jogado em duas fases, uma regional e uma nacional, nos moldes da Liga Nacional. Os grupos da primeira fase, em uma ação socioambiental, receberão os nomes de ecossistemas característicos de cada região: Cerrado, Mata-Atlântica, Pampas, Amazônia, Litoral e Dunas. Aliás, os dois últimos nomes substituem os grupos Caatinga 1 e 2, conforme havia antecipado o Melhor do Vôlei, para a divisão dos grupos do Nordeste.

A cidade de Anápolis, em Goiás, recebe a primeira etapa do torneio entre os dias 8 e 12 de maio e contará com a presença do atual campeão da Superliga B, o Monte Cristo, representeando o estado anfitrião, além do Palmas (TO), Dom Bosco (MS), UPIS (DF) e Lucas do Rio Verde (MT). O campeão da chave se classifica para a fase final, que será disputada em Brasília (DF).

Treinador do Monte Cristo, Paulo Henrique Martins falou sobre a participação e a importância do novo campeonato. “A Supercopa preenche uma lacuna que existe entre a Superliga A, B e as competições regionais. Os jogadores se manterão em atividade, ganhando entrosamento e ritmo de jogo. É uma competição que promoverá o crescimento do voleibol em regiões como o Centro-Oeste. A Confederação Brasileira de Voleibol está disponibilizando toda a infraestrutura necessária para o evento, custeando as passagens, o que é importante. Precisamos de competições como essa para a fomentação do voleibol em nosso país”.

As outras cinco cidades receberão jogos da fase classificatória são Fortaleza (CE), na Etapa Dunas; Maceió (AL), na Etapa Litoral; Uberlândia (MG), na Etapa Mata Atlântica; Chapecó (SC), na Etapa Pampas; e Manaus (AM), na Etapa Amazônia.

“É uma competição nova, em que estamos contando mais uma vez com o apoio do nosso principal patrocinador, que entendeu a necessidade de termos mais opções de competições para os clubes. A Supercopa foi criada com o intuito de envolver representantes de todo o Brasil. Neste ano, talvez não seja possível ter todos os estados representados, mas, no ano que vem, tenho certeza de que isso acontecerá”, afirmou o superintendente da CBV, Renato D’Ávila.

O formato da competição é simples. Serão seis etapas regionais e uma fase final, em Brasília. Os campeões de cada etapa se classificam automaticamente para a fase decisiva na capital federal, que será formada por dois grupos de três equipes cada. Os dois melhores de cada chave avançam para as semifinais.





Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x