Search
Wednesday 20 January 2021
  • :
  • :

Ainda sem Jaque, Minas busca “outra mentalidade” para bater Rexona

Divulgação/CBV

Minas fez uma partida ruim contra o Sesi e foi derrotado por 3 a 0 na última rodada

Com apenas um ponto somado em quatro jogos na Superliga feminina de vôlei, o Camponesa/Minas vai em busca de sua primeira vitória vitória na competição nesta terça-feira (25), às 18h30 (horário de Brasília), contra o Rexona-Ades. O duelo, disputado em Belo Horizonte, terá transmissão ao vivo do canal “SporTV”.

O técnico Marco Queiroga analisou os aspectos em que o time precisa melhorar para finalmente conquistar um resultado positivo. “Tivemos um descanso no domingo, coisa que não estava acontecendo, e esperamos que o grupo venha para o jogo com outra mentalidade, porque vamos enfrentar um adversário muito difícil, que bloqueia muito bem. Vamos ter que saber distribuir bem a bola, tomar as decisões certas no ataque, melhorar nossas situações de bloqueio e saber aproveitar os contra-ataques”, afirmou.

Vale destacar que o treinador ainda não contará com força máxima. É que a ponteira Jaqueline, principal contratação do Minas na temporada, ainda não tem condições de jogo por ter ficado mais de um mês longe das quadras após a disputa do Campeonato Mundial. O Minas, porém, diz que a selecionável estará no ginásio para ser apresentada à torcida.

A respeito da derrota para o Sesi por 3 a 0 na última sexta (21), Queiroga já tem a resposta sobre o que aconteceu. “Começamos bem o jogo. Tivemos algumas oportunidades de contra-ataque que não foram efetivadas e, nessas situações, o adversário acabou crescendo. Nos momentos em que tínhamos a oportunidade de passar à frente e fazer uma pressão, não fizemos e perdemos o set. A partir de então, a equipe queria cada vez mais, acabou não pensando e tomando decisões erradas. Ficamos impacientes e fizemos dois sets muito ruins”, explicou.

Rexona

Do lado carioca, a central Carol não se ilude com a fase ruim das adversárias. “O jogo é importante para ambos os times. Podemos dar mais um passo positivo no campeonato e buscar uma melhor colocação. Já o Minas vem de quatro derrotas e vai fazer de tudo para vencer. Será uma partida difícil, mas estamos treinando em função do time delas e vamos buscar esse resultado positivo”, comentou.

Mineira como a outra central do time, Juciely, ela também comemorou o fato de jogar em BH. “Jogar em Minas é sempre especial. Vou estar na minha terra, perto da família e dos amigos. Os clubes mineiros são responsáveis pela formação de vários atletas de alto rendimento. Por isso, é sempre bom jogar lá”, afirmou.

Com três vitórias em três jogos, o Rexona é atualmente o quinto colocado na tabela, com oito pontos. O Minas, por sua vez, está em 11º lugar.  




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x