Search
Wednesday 23 September 2020
  • :
  • :

Alemanha é o último adversário do Brasil na primeira fase

05/11/2011 – A Alemanha será o último desafio do Brasil na primeira fase da Copa do Mundo feminina de vôlei. Neste domingo (06.11), às 4h (horário de Brasília), as brasileiras enfrentarão as alemãs, no Nagano White Ring, em Nagano, no Japão. A TV Globo e os canais Sportv e Esporte Interativo transmitirão ao vivo.

"); // -->

 
 
 
 As alemãs conseguiram a classificação para Copa do Mundo depois de um bom desempenho no Campeonato Europeu. A Alemanha passou pela Itália na semifinal por 3 sets a 0, mas acabou com o vice-campeonato após a derrota para a Sérvia, na decisão, por 3 sets a 2.

No último confronto entre Brasil e Alemanha, melhor para as brasileiras. Na primeira fase do Grand Prix deste ano, as atuais campeãs olímpicas venceram as vice-campeãs européias por 3 sets a 1, em Busan, na Coreia do Sul.

Para a líbero Fabi, a partida deste domingo será mais disputada do que o último confronto entre as duas equipes. “Ficou notório que nesse ano o objetivo de todos os times era chegar bem na Copa do Mundo. Cuba acabou ficando de fora, mas evoluiu muito no Pan-Americano. A Alemanha é a mesma coisa. Elas não jogaram um bom Grand Prix, mas foram finalistas do Europeu e se prepararam para chegar bem aqui. Vai ser um jogo difícil”, explicou Fabi, que ainda analisou a equipe alemã.

“A Alemanha vem crescendo ao longo desse ciclo olímpico. É uma equipe que tem um saque muito forte. Elas tiveram a volta de uma jogadora importante, a Angelina Grun. Ela é a grande referência do time não só pela potência do ataque, mas também por sua experiência. É uma jogadora que já participou durante muitos anos da seleção. Ao lado da Kozuch e da Furst, elas formam a base da Alemanha. Vamos precisar de paciência para jogar contra elas”, disse a campeã olímpica.

O treinador José Roberto Guimarães também ressaltou o retorno da atacante Angelina Grun e destacou o jogo de equipe como ponto forte das alemãs. “A Alemanha prima pela obediência no sistema tático. É um time que joga muito como equipe. Não tem uma jogadora que se destacaria. A volta da Grum foi muito importante e a Kozuch é um desafogo, mas elas jogam muito como equipe. Elas conseguem superar adversários mais fortes com um bom sistema defensivo e um excelente saque”, afirmou Zé Roberto.

Um pouco mais sobre a Alemanha

Colocação no ranking da FIVB: 9º lugar

Melhor colocação na Copa do Mundo – 6º lugar em 1989

Média de altura – 1,84 cm

Média de idade – 25,8 anos

Jogadora mais velha – Tzscherlich – 33 anos

Jogadora mais alta – Radzuweit – 1,96 cm

Jogadora mais nova – Hippe – 20 anos
 
 
 




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x