Search
Monday 21 September 2020
  • :
  • :

Ao lado de Rebecca, capixaba Lili é campeã em casa

Foto:Paulo Franck/CBV

Nada como um título inédito dentro da própria casa. Foi o que a capixaba Lili viveu em Vitória (ES) na manhã deste domingo (22/09), ao conquistar, ao lado da parceira Rebecca, o título da segunda etapa da temporada 2013/2014 do Circuito Banco do Brasil. Ao baterem Juliana e Maria Elisa na grande decisão, elas assumiram a liderança do ranking nacional.

Era difícil saber o que era mais forte na arena montada na Praia de Camburi: o calor da torcida, em peso na torcida pela filha ilustre, ou o calor escaldante que fazia na capital capixaba. Certo é que o apoio dos torcerdores que lotaram as arquibancadas conduziu Lili/Rebecca ao título, com uma vitória na final por 2 a 0, parciais de 21-17 e 22-20. As duas não eram campeãs desde a etapa do Rio de Janeiro (RJ) da edição passada, em dezembro de 2012.

“É muito legal deixar meu nome gravado no lugar mais alto do pódio na minha cidade. É até difícil encontrar palavras para descrever o quanto estou emocionada e agradecida. Foi um dos títulos mais importantes da minha carreira. Nunca vou me esquecer desse momento. É um dos dias mais felizes da minha vida. Essa energia vinda do público é contagiante, uma força espetacular. Essa galera acreditou na gente desde o início. Jogamos para eles mesmo”, desabafou Lili, eleita a melhor da final.

Mas o próprio público, que não parou de se esgoelar por Lili, reconheceu a bela atuação de Rebecca e também gritou o seu nome, com aplausos efusivos ao final da partida. Lili afirmou que a parceira jogou bem demais e que seu técnico, Elmer Calvis, esteve bem perto ajudando o tempo inteiro. Segundo ela, uma vitória de um time. Rebecca, muito contida e concentrada durante os jogos, era a imagem da alegria e da descontração após a conquista.

“Aproveitamos bem as duas semanas de treinos em Fortaleza. Chegamos aqui muito focadas, crescendo jogo a jogo. Sem falar que a torcida ajudou demais, teve papel fundamental nesse título. E eu, que sempre mexi pouco com os torcedores durante o jogo, hoje já me acostumei com essa interação. E é uma troca muito boa. Legal também poder ajudar a Lili a ser campeã na casa dela”, declarou Rebecca, um jovem talento de apenas 20 anos.

E na disputa pelo terceiro lugar no torneio feminino em Vitória, melhor para Ágatha e Bárbara Seixas (PR/RJ), que derrotaram Talita e Taiana (AL/CE), campeãs da primeira etapa , disputada em Recife (PE), e atuais líderes do ranking mundial: 2 a 1, parciais de 21-14, 20-22 e 16-14.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x