Search
Wednesday 28 October 2020
  • :
  • :

Apav/Canoas é campeã da Superliga B

 01/04/12 – A Apav/Canoas (RS) é a primeira equipe campeã da Superliga B. Neste domingo (01.04), o time comandado pelo campeão olímpico Paulão contou com o apoio da torcida, que lotou o ginásio Poliesportivo La Salle, em Canoas (RS), e venceu o Funvic/Midia Fone (SP) por 3 sets a 1, parciais de 25-23, 26-24, 22-25 e 25-22, em 2h21 de jogo. Além do título, o time de Canoas conseguiu uma vaga na próxima edição da Superliga, a principal competição de clubes do Brasil.


A conquista foi especial para Paulão, que não conteve as lágrimas após vencer a primeira competição como treinador. A Apav/Canoas teve a melhor campanha de todo o torneio, com apenas uma derrota em 15 jogos.

“Estou emocionado. Sou um apaixonado por vôlei e não deveria ter ficado tanto tempo longe das quadras. Na minha casa, todos comem, vivem e respiram esse esporte. Essa equipe foi montada em cima da hora, mas todos se comprometeram com o projeto. O grupo todo está de parabéns”, disse Paulão, que lembrou da importância do Rio Grande do Sul no cenário do voleibol.
 
 

“Também estou feliz por estarmos reconstruindo a história do voleibol do Rio Grande do Sul. Esse estado precisa estar inserido no cenário do voleibol. Agora temos que buscar ainda mais investimento para seguirmos o nosso caminho”, explicou o treinador da equipe de Canoas.

Um dos destaques nos momentos decisivos da partida foi o ponteiro Minuzzi, da Apav/Canoas. O jogador, com passagens pela seleção brasileira, comemorou muito a vitória sobre o Funvic/Midia Fone.

“O objetivo é sempre ser campeão. A Superliga B é importante para o crescimento do voleibol brasileiro. O grupo, mesmo sendo montado tarde, se uniu na busca por essa vaga. O Rio Grande do Sul merece estar na elite do vôlei verde e amarelo”, afirmou o ponteiro.

Pelo lado do Funvic/Midia Fone, o treinador João Marcondes estava satisfeito com a campanha da equipe de Pindamonhangaba, mas lamentou a atuação do time nos momentos decisivos da decisão.

“Temos uma equipe jovem, que sentiu a falta de um jogador importante na partida de hoje. O Luis (ponteiro, que sofreu uma entorse no joelho esquerdo no segundo jogo das semifinais, contra o Santo André (SP)), seria uma opção importante em algumas situações de jogo. Ele é um referencial dentro da equipe”, disse o treinador, que também elogiou a primeira edição da Superliga B.

“Essa competição será um celeiro de craques para o voleibol brasileiro. Fizemos uma boa campanha e revelamos novos nomes para o vôlei. Hoje faltou paciência nos momentos chaves, mas a Apav/Canoas teve uma boa atuação e mereceu a vitória”, garantiu João Marcondes.

Uma dessas revelações da equipe de Pindamonhangaba foi o oposto , de 22 anos. O jovem atleta estava triste pela derrota, mas garantiu que a equipe se portou bem ao longo do campeonato.

“Foi uma boa competição. Treinamos muito para essa final, mas hoje faltou experiência nos momentos chaves do jogo”, finalizou Pé.

O JOGO

A Apav/Canoas começou melhor a partida e abriu três pontos (4/1). Com um contra-ataque do oposto Xanxa, da equipe de Canoas, a diferença subiu para quatro (15/11). O saque e o bloqueio da equipe da casa eram eficientes e o levantador Quaresma distribuía bem o jogo. A Apav/Canoas segurou a reação da equipe de Pindamonhangaba no final do set e fechou a parcial por 25/23.

O Funvic/Midia Fone voltou melhor para o segundo set. O central Ricardo conseguiu um ace e a equipe de Pindamonhangaba abriu três (7/4). O técnico Paulão trocou os opostos. Saiu Xanxa e entrou Luan. A substituição fez bem a equipe da casa e a Apav/Canoas encostou no marcador (11/10). O time de Canoas conseguiu uma grande reação no final do set e, com um ace de Luan, venceu a segunda parcial por 26/24.

O Funvic/Midia Fone veio para o terceiro set disposto a se manter vivo na partida. O ponteiro Allan conseguiu um ataque na diagonal e a equipe de Pindamonhangaba abriu quatro (13/9). Numa boa sequência de saques do levantador Canhoto, a diferença subiu para cinco em favor dos visitantes (18/13). Neste momento, a Apav/Canoas voltou a crescer na partida e a diferença caiu para um (19/18). Desta vez, o time paulista segurou a reação dos donos da casa e fechou o terceiro set por 25/22.

O início do quarto set foi marcado pelo equilíbrio. O time de Pindamonhangaba tinha a vantagem de um ponto na primeira parada técnica (8/7). O oposto Pé, do Funvic/Midia Fone, cresceu de produção na parcial e o time visitante abriu dois (11/9). O set voltou a ficar disputado ponto a ponto. O bloqueio de Canoas reapareceu na parcial e o ponteiro Minuzzi foi decisivo no final do set. Desta forma, a Apav/Canoas venceu o set por 25/22 e o jogo por 3 sets a 1.

Apav/Canoas – Quaresma, Xanxa, Pablo, Minuzzi, Rafael, Purificação. Líbero – Jeff. Entraram – Luan, Ivan e Feijão. Técnico – Paulão

Funvic/Midia Fone – Canhoto, Pé, Reinaldo, Allan, Renato e Ricardo. Líbero – Diego. Entraram – Allan, Índio, Pedro e Dudu. Técnico – João Marcondes



Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x