Search
Wednesday 1 April 2020
  • :
  • :

Após corte, Monique se apresenta ao Sesi-SP

Foto: Lucas Dantas / Sesi-SP-Divulgação

E finalmente chegou a hora da última contratação da temporada chegar à Vila Leopoldina. A oposto Monique Pavão se apresentou nesta segunda-feira e já se colocou à disposição de Talmo de Oliveira para vestir a camisa do Sesi-SP no confronto contra o Uniara, terça-feira, em Sorocaba, às 19h, reforçando a equipe  na busca pelo primeiro título estadual da equipe. 

Reforço no ataque, com 345 pontos na Superliga 2013/2014, e também na defesa, onde foi eleita a melhor do último campeonato nacional com eficiência de 55%, a futura dona da camisa 15 foi “pedra no sapato” do Sesi-SP nas últimas duas Superligas, quando jogava pelo Praia Clube. As equipes se enfrentaram nas quartas de final com vitória do Sesi-SP nas duas ocasiões. A oposto era a “jogadora a ser marcada” do time mineiro. Agora, Monique está do outro lado e lembra dos confrontos. 

“Sempre vi o Sesi-SP como um grande adversário a ser batido. Caímos nesses dois anos nas quartas em jogos muito disputados. A gente queria muito a vaga e sempre era uma equipe muito forte. Todo mundo tinha que jogar muito bem e com conjunto para tentar ganhar. Agora que estou aqui, quero fazer o máximo para chegar longe com a equipe”. 

A irmã gêmea de Monique, Michelle, jogou no primeiro time feminino do Sesi-SP, em 2011. Naquela época, a equipe ainda era nova e tinha que procurar seu espaço. Hoje, Monique já fala do Sesi-SP como um time consolidado no cenário nacional. 

“O que eu vi dos últimos anos foi que o Sesi-SP cresceu muito no Brasil. Muitas atletas queriam vir para cá, porque se tornou um time sólido, não era mais uma dúvida se continuaria no final da temporada. No meu caso também. Eu pensava se teria uma proposta do Sesi-SP quando acabasse a temporada, pela segurança que tem aqui. E ela finalmente surgiu. Agora vou aproveitar da melhor maneira”. 

Monique não fará sua estreia apenas com o time, mas, também no Campeonato Paulista. Pela primeira vez jogando num time do estado, a atacante mostra empolgação com a nova fase na carreira e elogia o campeonato, considerado o mais forte do Brasil. 

“O que eu sempre achei que seria legal de jogar em São Paulo é que aqui dá para ganhar ritmo de jogo para a Superliga. Quando joguei no Rio e em Uberlândia, a gente não jogava muito e chegava na Superliga meio crua. As equipes paulistas já estavam entrosadas. A gente demorava quase um turno inteiro para entrosar e pegar o ritmo, enquanto elas já estavam lá na frente. Sempre tive muita vontade jogar em São Paulo e vou trabalhar para entrosar o quanto antes com a equipe e aproveitar o Paulista para chegar com tudo na Superliga”. 

Se por um lado a chegada de Monique dá alegrias ao time, a perda da ponteira Dayse traz um grande problema para Talmo. A jogadora sofreu o rompimento do ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo ao fazer um ataque na partida contra o Vôlei Bauru e precisará passar por cirurgia, ficando até seis meses afastada do time. Segundo o treinador, vai ser difícil arrumar uma substituta para Dayse, considerando o nível que ela estava jogando. 

“Ela estava voando, jogando muito bem. Vamos procurar uma jogadora, mas ela fará falta”. 

 

Ficha da Atleta

Nome: Monique Marinho Pavão

Nascimento: 30/10/1986, Rio de Janeiro

Peso: 79 kg

Altura: 1,84 m

Posição: Oposto

Nº Camisa: 15

Clubes               De       Até

Macaé/Oi           2004    2007

Rexona / Ades  2007    2009

Unilever             2009    2010

Macaé Sports   2010    2011

Praia Clube      2011    2013

 




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »