Search
Saturday 26 September 2020
  • :
  • :

Após grande virada, Medley/Campinas derruba o último invicto


Foto: Divulgação

Com um grande público no Ginásio do Taquaral, o Medley/Campinas venceu de virada o RJX, neste sábado (15), por 3 sets a 2, parciais 18-25, 27-25, 21-25, 26-24 e 15-11, em pouco mais de duas horas e quarenta de partida.
 

O oposto Rivaldo foi o maior pontuador do jogo com 26 pontos, que ainda levou o Troféu Viva Vôlei. O técnico Marcos Pacheco elogiou a equipe que com o triunfo derrubou o último invicto. “Um jogo como esse não te dá margem de erro. É preciso estratégia, técnica e principalmente coração. Hoje o time teve um coração imenso para superar uma grande equipe como o RJX”, afirmou
 

Pacheco se emocionou após a partida. “Fiquei emocionado pois não é fácil ganhar deste time. Os meus jogadores se dedicaram bastante pra garantir esta vitória. Todos estão de parabéns. E em vitórias como essa, vale a pena trabalhar e continuar lutando”, disse.
 

Depois de dois meses parado em função de uma lesão no ombro, André Heller comemorou seu 37º aniversário em quadra. “Esta vitória só comprovou o quão difícil é a Superliga. Mesmo com um time adversário muito forte, nós conseguimos vencer. O campeonato é assim e temos que nos preparar pra isso”, ressaltou o meio de rede.
 

Agora, o Medley/Campinas volta suas atenções ao confronto contra o Volta Redonda, nesta terça-feira, às 21h, no Ginásio do Taquaral.
 

O jogo – O primeiro ponto da partida foi do RJX em um contra-ataque. Logo na sequência, a equipe carioca abriu boa vantagem 2/5. O maior pontuador da Superliga, o oposto Rivaldo, anotou o primeiro ace da partida. Com muitos erros de serviço, os times foram se alternando no saque. O RJX conseguiu manter a diferença e fechou o set inicial em 18/25, em pouco mais de vinte e sete minutos de partida. 
 

O segundo set começou equilibrado, mas ao término do primeiro tempo técnico o RJX permaneceu na frente 7/8. O nono ponto foi comemorado pela torcida, porém o bloqueio do ponteiro Diogo foi para fora 8/9. O ponto de empate, 12/12, veio de um bloqueio duplo do Medley/Campinas. Em seguida, o time campineiro virou a favor o placar 13/12. Com um erro de saque, do ponteiro Thiago Alves, a equipe de Marcos Pacheco fez 16/14. O Medley/Campinas empatou o jogo com um set de trinta e cinco minutos e 27/25.
 

Na terceira parcial, Rivaldo mais uma vez deixou sua marca. O oposto fez mais um ponto de saque 5/3. A vantagem foi encurtada, mas o Medley/Campinas fechou na frente no primeiro tempo técnico. Após sequência de erros no passe do time da casa, o RJX abriu três pontos, 8/11. A vantagem se manteve até o segundo tempo técnico obrigatório, 13/16. Com 21/25, o Rio de Janeiro fez 2 sets a 1 em vinte e nove minutos.
 

O quarto set foi o espelho do terceiro, com o RJX na liderança do placar, 3/5. Mas em dois ataques certeiros, o Medley/Campinas encostou, 6/7. Ainda invicto na competição, a equipe carioca manteve o saque forçado para garantir a vantagem. No fim do set, depois de estarem perdendo por 18/23, com Rivaldo no saque, os campineiros emplacaram uma sequência de impressionante de pontos e virarão o jogo para 26/24, e empataram o confronto em 2 sets a 2.
 

O tiebreak começou melhor para o RJX. Os cinco primeiros pontos foram do time carioca. Contudo, o apoio da torcida no último set se fez presente mais uma vez, e com incentivo, o Medley/Campinas virou para 10/8. Com um grande ataque de Diogo, a equipe paulista fez 15/11 e fechou em 3 sets a 2 de virada.
 

Medley/Campinas: Murilo, Rivaldo, Renato Russomano, Diogo, Gustavão, Rodrigo Purificação e Alan (líbero). Entraram: Rodriguinho, Jurquin, André Heller.
 

RJX: Bruninho, Theo, Thiago Alves, Dante, Lucas, Riad, Mário Junior (líbero).Entraram: Ualas, Guilherme, Manius, Paulo.

 



Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x