Search
Monday 1 June 2020
  • :
  • :

Após nova votação, chega ao fim o ranking da Superliga Feminina

Macris e Thaisa Daher estavam na lista das atletas com 7 pontos. (Foto: Orlando Bento/MTC)

Como já era esperado, a nova votação realizada pela Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) confirmou o fim do ranking das atletas de sete pontos a partir da Superliga Feminina 2020/2021, por 7 votos a 4. A reunião aconteceu nesta quinta-feira (19), por meio de videoconferência. Desta vez, além dos votos do Curitiba Vôlei e do São Paulo/Barueri, o Sesi Vôlei Bauru também seguiu a maioria, enquanto Sesc RJ, Flamengo, Fluminense e Pinheiros mantiveram os votos pela manutenção. Além dos 10 times mais bem colocados da atual liga, a comissão dos atletas também teve direito a voto.

Assim, a competição feminina passa a seguir o que já é adotado entre os homens há alguns anos. Antes, cada agremiação só poderia contar com até duas atletas de 7 pontos. Dani Lins, Fabiana Claudino, Fernanda Garay, Gabi Guimarães, Natália Zilio, Tandara Caixeta, Thaisa Daher, Tifanny, Macrís e Fabíola eram os nomes da lista.

Esta notícia será atualizada assim que for confirmado se o aumento de duas para três estrangeiras tiver sido barrado ou mantido.




3
Deixe um comentário

avatar
3 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
3 Comment authors
ValdemircpsLuciana. PereiraSinesio Recent comment authors
  Subscribe  
o mais novo mais velho mais votado
Auto Notificar:
Valdemircps
Visitante
Valdemircps

Antes tarde do que nunca!

Luciana. Pereira
Visitante
Luciana. Pereira

Até que enfim as mulheres foram ouvidas. Esses ranking beneficiava quem tinha interesses não as jogadoras ai falavam “ah tem que repatriar ” como se os patrocínios são difíceis e as jogadores valiam muito?Elas tem que ser respeitadas valem muito porque são talentosas e o ranking as punia por tanto talento.

Sinesio
Visitante
Sinesio

Só e bom para quem tem dinheiro vai fazer igual Flamengo fez no futebol

Translate »