Search
Tuesday 1 December 2020
  • :
  • :

Após período de preparação na Turquia, seleção masculina viaja para o Japão

Foto: Divulgação/CBV

Foram quatro dias de treinos fortes e bons em Istambul, na Turquia. Agora, nesta terça-feira (12/11), a seleção brasileira masculina de vôlei viaja para o Japão, onde disputará a Copa dos Campeões, de 19 a 24 deste mês, nas cidades de Kyoto e Tóquio. Por enquanto, o grupo brasileiro continuará a fase preparação, desta vez, no Centro de Treinamento do Panasonic Panthers, equipe japonesa, para depois seguir para a primeira cidade onde acontecerão os dois jogos iniciais.

Cada vez mais próximos da competição, os jogadores já começam a sentir um pouco mais de ansiedade. Para o ponteiro Lucarelli, o importante é manter o foco nestes dias que antecedem o campeonato em que o Brasil enfrentará as seleções de Irã, Estados Unidos, Japão, Rússia e Itália nos dias 19, 20, 22, 23 e 24, respectivamente.

“Os treinos aqui na Turquia foram muito bons, extremamente positivos, e temos que manter esse foco sem deixar que a ansiedade, que é natural quanto mais perto da competição, atrapalhe o nosso trabalho. Vamos para mais alguns dias de treinos antes da estreia e tenho certeza que o grupo vai evoluir ainda mais e chegar bem preparado para a Copa dos Campeões”, afirmou Lucarelli.

O ponteiro destaca o valor da competição para a seleção brasileira. “Esse é um campeonato muito importante, que reúne os campeões de todos os continentes e conta com equipes muito fortes. Este ano foi positivo para mim, pude participar de alguns campeonatos importantes e chegamos à final em todos. Agora vai ser muito interessante estar na Copa dos Campeões, que é um campeonato que eu ainda não joguei, e que acontece no Japão, um país que eu ainda não conheço. Pretendo ajudar a equipe do Brasil da melhor forma possível”, disse Lucarelli.

Entre os adversários que a equipe verde e amarela terá pela frente, o jogador reconhece um como o mais forte, mas chama atenção para o perigo que todos representam. “Acredito que a Rússia, campeã europeia e também da Liga Mundial, é o time a ser batido. Mas os Estados Unidos também têm um time muito forte, o Irã está começando a aparecer no cenário internacional muito bem. O Japão vai estar em casa, e a Itália é uma seleção que sempre representa perigo. Enfim, é fato que não teremos jogo fácil”, concluiu Lucarelli.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x