Search
Friday 18 June 2021
  • :
  • :

ASICS e CBV dão mais detalhes sobre o novo uniforme do Brasil

Modelo feminino. (Foto: Divulgação)

A ASICS e a Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) apresentaram nesta segunda-feira (10.05) os uniformes que as seleções brasileiras masculina e feminina usarão no Japão. A nova linha foi desenvolvida após quatro anos de pesquisa pelo Instituto de Pesquisa em Engenharia Esportiva da ASICS. Cada item é equipado com funções como alta respirabilidade, mobilidade e facilidade de fixação e desprendimento. Os produtos estarão à venda por R$ 249,99 no site da ASICS a partir desta quinta-feira (13.05), assim como nas lojas do Morumbi e da Oscar Freire, em São Paulo (SP). No Rio de Janeiro (RJ), as lojas do Barra Shopping e do Village Mall começam a venda física no dia 17 de maio e, em Fortaleza, no dia 21 de maio.

Foto: Divulgação

Com base no mapeamento térmico do corpo comprovado pelo Instituto de Ciências do Esporte da ASICS, a marca desenvolveu a tecnologia ACTIBREEZE que identifica o local onde a temperatura corporal aumenta e diminui, proporcionando não apenas uma maior ventilação, mas oferecendo também um equilíbrio na temperatura corporal dos jogadores e jogadoras.

“É uma honra ser a marca esportiva parceira da Confederação Brasileia de Vôlei e poder anunciar a camisa que será utilizada pelos nossos atletas na maior competição esportiva do mundo. Nossos designers e cientistas passaram anos desenvolvendo as mais avançadas tecnologias para ajudar na performance das seleções em quadra. A ASICS está confiante que esse será mais um capítulo de sucesso para essa modalidade tão querida pelos brasileiros e tenho certeza que essa camisa será usada por toda a torcida aqui no Brasil.”, afirma Constanza Novillo, Diretora de Marketing da ASICS América Latina.

A camisa é amarela e conta com estampas triangulares em tons mais claros e escuros, com detalhes em verde na gola e nas mangas. As peças possuem elastano, tecido de fibra sintética que proporciona grande elasticidade, sendo ideais para a prática de alto desempenho no esporte. Seu design conta com discretas listras horizontais e detalhes de recortes respiráveis nas áreas específicas de maior transpiração. Os uniformes também possuem fios derivados de plantas e materiais de poliéster feitos de roupas recicladas, além da técnica de tingimento, Solution Dye, usar menos água do que o convencional.

Contar com um material do mais alto nível para colaborar com o desempenho e rendimento das seleções brasileiras é algo que deixa a entidade absolutamente confiante.

“Ter a ASICS como nosso parceiro nos deixa bem tranquilos e certos de que as nossas seleções irão vestir o que há de melhor para representar a modalidade e o país em Tóquio. É muito interessante ver que ao mesmo tempo em que os atletas e as comissões técnicas estão se preparando para essa missão, a CBV e a ASICS também estão se dedicando ao máximo, através de uma equipe responsável e cuidadosa para que tudo saia da melhor maneira possível. É uma honra estar junto com a ASICS para apresentar essa camisa que esperamos que nos traga muitas alegrias nos próximos meses”, disse a CEO da CBV, Adriana Behar.




Translate »