Search
Sunday 25 October 2020
  • :
  • :

Bernardinho elogia o time, mas se queixa do saque

Crédito: Divulgação/FIVB

Crédito: Divulgação/FIVB

 

Dos 30 erros que o Brasil cometeu na vitória contra os EUA, nesta quinta-feira, 21 foram em saques. É certo que os americanos erraram 25 serviços, mas isso, se atenua, não esconde que a Seleção Brasileira foi ineficiente no fundamento.

 

“O ponto mais positivo foi a postura da equipe, de sair de uma derrota como a de ontem e vencer os EUA. O contra-ataque foi bem, o bloqueio nem tanto e o saque continua não entrando”, queixou-se o técnico Bernardinho.

 

Com seis erros no fundamento, e com direito a um saque que caiu além da placa de publicidade no fundo da quadra adversária, o meio de rede Lucão explicou que errar tantos saques “acontece, você entra desconcentrado, a bola pega mal na mão”. Ele, inclusive, afirmou que o treinador, em certo momento da partida, “falou ‘saca flutuante pra mim, por favor, e roda as bolas, que é do que você precisa.”

 

“Acho que (Lucão) está mais incomodado do que eu. Mas deixa ele bloquear um pouquinho para ele melhorar no saque”, ponderou Bernardinho.

 

Para Lucão, que até anotou um dos três aces do Brasil, valeu a vitória, que deu chance de prosseguir com chance de classificação à próxima fase.

 

“Não foi a primeira nem a última vez que a gente ia estar com a corda no pescoço. Essa aqui estava bem apertada, a gente precisava dos três pontos para ter alguma chance”, resumiu o jogador.

 

EUA e França entram em quadra amanhã, às 14h05. Qualquer vitória da França classifica o Brasil, assim como uma vitória norte-americana por 3 a 0 ou 3 a 2. Se for 3 a 1 para os EUA, a decisão do empate triplo – vitórias, pontos e set average – vai para os pontos average.

 

Por: João Batista Jr. (do Rio de Janeiro)




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x