Search
Monday 14 October 2019
  • :
  • :

Bia Rezende, central do Fluminense, comemora o seu bicampeonato da Seletiva para Superliga

Crédito: Ricardo Haleck

Crédito: Ricardo Haleck

 

Neste domingo (28/03), o Fluminense conquistou a vaga para disputar a próxima edição da Superliga. A equipe se sagrou campeã invicta da Seletiva, vencendo São José dos Pinhais, Valinhos e São Bernardo, respectivamente.

 

Após a conquista do título e da vaga, a central Bia Rezende, de 22 anos e 1,86, celebrou. “Esse momento é muito importante para o Fluminense. Há anos o clube ganha diversos campeonatos no Rio de Janeiro, desde o mirim até o juvenil, tanto no feminino como masculino. O clube sempre teve tradição e acho que merecia ser visto no cenário nacional”.

 

Bia ainda ressaltou a superação do Flu. “Acredito que surpreendemos os adversários. Vimos na Internet pessoas dizendo que os dois times da Superliga B não tinham a menor condição de ganhar. Provamos na quadra que merecíamos a última vaga disponível pra jogar a próxima Superliga. Mesmo com todos os contratempos que tivemos, conseguimos nos recuperar rapidamente e nos unimos para jogar estes 3 jogos. Sabíamos que seria difícil, mas nosso time foi guerreiro em cada ponto disputado”.

 

Está é a segunda vez que a atleta vence a competição que dá acesso à elite do voleibol nacional. Em 2015, Bia participou da campanha que deu a vaga à equipe de Valinhos e falou sobre a sensação de vencer o torneio pela segunda vez. “Ser bicampeã da Seletiva não estava exatamente nos meus planos. Gostaria de ter jogado a Superliga por Valinhos, mas por inúmeras questões optei por não jogar. Quando apareceu o convite do Fluminense, abracei a causa e vesti a camisa do tricolor. A intensidade da conquista é igual, mas são alegrias diferentes. A primeira foi algo inédito, pra um time novo e com tão pouco tempo de projeto. Já a conquista com o time do Flu, foi uma “reconquista”, tanto pra mim, como pra muitas atletas que compõem o elenco do time. Foi pura superação. Jogamos com o coração todos os jogos da Superliga B, mas, infelizmente o título não veio. Porém, conseguimos focar no objetivo e canalizar todas as energias pra esta última oportunidade”.

 

Para finalizar, a central fez questão de mandar um recado para a torcida tricolor. “Gostaria de agradecer todo o apoio que eles nos deram. Em todos os jogos, eles sempre publicavam algo nas redes sociais, incentivando e mandando boas energias, além de torcer muito no ginásio das Laranjeiras. É fantástico ver que tem muitos torcedores do Fluminense que não acompanhavam o vôlei e passaram a torcer e nos apoiar. Espero que continuem indo aos jogos e lotando os ginásios na próxima Superliga”.




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »