Search
Saturday 26 September 2020
  • :
  • :

BMG/Montes Claros vence fora de casa e se mantém invicto no Mineiro

 28/09/11 – O BMG/Montes Claros venceu sua terceira partida no Campeonato Mineiro Masculino e segue invicto na competição. Mesmo jogando fora de casa, o Pequi Atômico não deu chance para a UFJF e fechou a partida com 3 sets a 0, paricias de 25-21, 25-12 e 25-19. O Pequi Atômico precisou de 1h11 para bater o time juizforano, que segue sem vencer na competição.

                                                                                                                                                                                                                                                               Foto: Havar Comunicação

O primeiro set começou equilibrado, disputado ponto a ponto. Mas durante todo o período as duas equipes cometiam muitos erros de saque, 10 no total. Apesar disso, as duas equipes apresentavam bom volume de jogo. Pelo time da casa, Daniel Brasília fazia boa distribuição de bola, enquanto Tuba dava trabalho com seus ataques pelo time visitante. No fim do set, o time do norte de Minas conseguiu abrir vantagem e fechou a etapa.

Diferente do primeiro, o segundo set foi dominado pela equipe visitante. O BMG/Montes Claros acertou os saques, o que dificultou a recepção dos donos da casa. O levantador Rivoli, por exemplo, ficou seis pontos seguidos no fundamento. Com boa defesa, liderada pelo líbero Jairzinho, o Pequi Atômico fechou com 13 pontos de vantagem.

A terceira etapa voltou com equipe da casa errando na recepção e no saque. Do lada oposto, o BMG/Montes Claros se aproveitava das falhas e, nos contra ataques, abria vantagem no set. Vendo o mau momento, o treinador Maurício Bara tentava acertar sua equipe. A UFJF esboçou uma reação, melhorando a recepção e os ataques. Mas o avanço não foi suficiente para parar o time do Norte de Minas.

O treinador Manu Arnaut, do BMG/Montes Claros, acredita que a equipe jogou melhor, em relação ao jogo anterior, contra a própria UFJF. “A ansiedade no jogo anterior pesou bastante, mas, hoje, jogamos melhor. Estudamos muito o adversário e arriscamos no saque deles. Tanto é que a maioria foi para fora. Começo de um trabalho é assim, com altos e baixos. Precisamos equilibrar e manter um bom voleibol”, disse Manu.

Rívoli, levantador do Pequi Atômico, vê evolução na equipe. “Erramos menos e isso ajudou bastante. Em casa, pesou a ansiedade e erramos lances fáceis. Hoje, conseguimos encaixar bons saques, defender melhor e vencer mais uma. Agora é encontrar equilíbrio durante a competição, que tem um nível alto”, conta o levantador.
 
O treinador da UFJF, Mauricio Bara, credita a vitória aos erros da equipe. “Erramos em alguns fundamentos que são cruciais em uma partida: saque, recepção e postura. Nossa equipe sentiu os erros do primeiro set e se abateu. Foi a pior partida da UFJF no Mineiro. Agora, é melhorar para a próxima partida contra o Minas”, finaliza Bara.

O ponta Guilherme concordou com o seu comandante. “Forçamos o saque para dificultar a recepção deles e encaixar o bloqueio, mas não deu. Erramos e isso determinante para a derrota”, concluiu o camisa 6.

Esta é a quarta derrota da equipe de Juiz de Fora. O próximo confronto da equipe UFJF será contra o Vivo/Minas, 4 de outubro, às 19h30, na Arena Vivo. O BMG/Montes Claros venceu sua terceira partida no Campeonato Mineiro. O próximo confronto do Pequi Atômico será em casa, no ginásio Tancredo Neves, 7 de outubro, às 19h30, contra o Vivo/Minas.
 



Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x