Search
Wednesday 20 January 2021
  • :
  • :

Brasil é medalha de prata no Grand Slam de Stavanger com Ricardo e Álvaro Filho

Divulgação/FIVB

Ricardo e Álvaro Filho subiram ao pódio pela primeira vez no Circuito Mundial 2014. A dupla brasileira perdeu para os norte-americanos Dalhausser e Rosenthal por 2 sets a 0 (21/16, 21/16) na final do Grand Slam de Stavanger, na Noruega, na manhã deste domingo (29.06). Na disputa da medalha de bronze, os suíços Gabathuler/Gerson venceram os cazaques Sidorenko/Dyachenko por 2 sets a 1 (28/30, 21/19, 15/9) e completaram o pódio.

Com o resultado, Ricardo e Álvaro Filho somam 720 pontos no ranking do Circuito Mundial e garantem uma premiação de cerca de R$ 90 mil. Está e a terceira medalha de duplas masculinas brasileiras no ano. Alison e Bruno Schmidt conquistaram as outras duas: prata no Open de Fuzhou, na China, e bronze no Grand Slam de Berlim, na Alemanha.

A campanha de Ricardo/Álvaro Filho no Grand Slam de Stavanger, o quarto nesta temporada, teve seis vitórias e uma derrota, com cinco sets perdidos e 12 vencidos. A próxima etapa do Circuito Mundial acontece de 8 a 13 de julho, com o Grand Slam de Gstaad, na Suíça.


O jogo

A partida começou com os brasileiros bem na defesa, mas errando alguns ataques. Em um bloqueio sobre Ricardo, os norte-americanos chegaram a abrir 11 a 6. Dalhausser comandou os ataques do adversário e não deixou que os brasileiros reduzissem a diferença, fechando o primeiro set em 21 a 16 após erro de ataque de Álvaro Filho.

O segundo set começou novamente com vantagem dos norte-americanos, que venciam os duelos no bloqueio e chegaram a abrir 7 a 3. Ricardo mudou a tática, passou a atacar na saída de rede e cresceu na partida. A vantagem de Dalhausser/Rosenthal chegou a cair para um ponto. O time dos EUA, porém, sacava melhor e manteve mais volume de jogo, mantendo sempre a vantagem no placar e fechando o jogo em 21 a 16, após 39 minutos de partida.

Além de um prêmio de mais de R$ 127 mil, a dupla norte-americana campeã na Noruega soma 800 pontos na briga pelo troféu geral, contra 500 pontos por um título de etapa do Open. Ainda no domingo, na semifinal, Ricardo e Álvaro Filho tinham vencido os cazaques Sidorenko e Dyachenko por 2 sets a 0 (23/21, 21/19), em 46 minutos.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x