Search
Sunday 27 September 2020
  • :
  • :

Brasil enfrenta os Estados Unidos no segundo jogo

 20/11/11 – Após a estreia contra o Egito, neste domingo (20.11), às 7h20 (de Brasília), a seleção brasileira masculina de vôlei voltará à quadra na segunda-feira (21.11), para o segundo confronto pela primeira fase da Copa do Mundo. O jogo será contra os Estados Unidos, às 4h (de Brasília), na cidade de Kagoshima, e terá transmissão ao vivo da TV Globo e dos canais Sportv e Esporte Interativo.


"); // -->

 
Neste sábado, a equipe brasileira fez o único treinamento no Kagoshima Arena, o ginásio de jogo, antes da estreia. O técnico Bernardinho falou sobre o primeiro contato da seleção com o ginásio onde fará os três primeiros jogos da competição.

“Eu diria que o único treinamento no ginásio de jogo não foi o melhor que fizemos, mas é natural. É véspera de estreia e o time veio conhecer o ginásio, então, é preciso se ambientar a luz e as referências”, comentou o treinador, que falou sobre a forte sequência de jogos que a seleção brasileira terá pela frente.

“Teremos uma estreia que não é das mais difíceis. Temos todo respeito à seleção do Egito, mas, certamente, não é um candidato a classificação olímpica. Porém, logo em seguida, enfrentaremos Estados Unidos, Itália e Rússia, que são três adversários com os quais nós brigamos diretamente por uma vaga olímpica”, destacou Bernardinho.

Experiência a favor

Um dos mais experientes da seleção brasileira, o meio de rede Gustavo, de 36 anos, é bicampeão da Copa do Mundo, depois de ter feito parte das conquistas de 2003 e 2007. Na busca pelo tricampeonato, o jogador afirma que gosta de estar neste campeonato.

“Essa é uma competição muito interessante, que eu gosto de jogar, embora não seja fácil. É muito desgastante, são muitos jogos seguidos e é difícil aguentar esse ritmo de 11 jogos em 14 dias. Na primeira que eu disputei, em 1999, ainda era um garoto. Hoje, já com 36 anos, é bem mais difícil do que era naquela época”, afirmou Gustavo.

E o meio de rede destaca, ainda, que, se a parte física não é igual, o entusiasmo é o mesmo de um iniciante.

“O mais importante é a motivação que precisamos ter para enfrentar um campeonato como esse. E a minha está muito grande. O grupo está bastante unido e todos me ajudam a estar cada vez mais motivado. Vou sempre tentar fazer o meu melhor em cada treino e em cada jogo. Precisamos estar focados para chegarmos ao objetivo, que é classificar para as Olimpíadas, então vamos com tudo para conseguir carimbar o passaporte desde já”, garantiu Gustavo.

Entre os 12 participantes – Brasil, Sérvia, Argentina, Polônia, Cuba, Irã, Japão, China, Estados Unidos, Itália, Rússia e Egito – apenas os três mais bem colocados terão as vagas garantidas para os Jogos Olímpicos de Londres, em 2012.

De acordo com o sistema da Copa do Mundo, todos os times se enfrentarão e o que somar mais pontos será o campeão.

Definição dos 14 jogadores

O sábado foi marcado pela definição do técnico Bernardinho sobre os 14 jogadores inscritos na Copa do Mundo. Depois de treinar com um grupo de 15, o treinador optou pelo corte do ponteiro Thiago Alves.

Assim, estarão no campeonato os levantadores Bruno e Marlon; os opostos Theo, Leandro Vissotto e Wallace; os centrais Lucas, Sidão, Gustavo e Rodrigão, os ponteiros Giba, Murilo, Dante e João Paulo Bravo e o líbero Serginho.

Um pouco mais sobre os Estados Unidos

Colocação no ranking da FIVB: 4º lugar

Melhor colocação na Copa do Mundo – 1ª lugar, em 1985

Jogador mais alto – Rooney – 2,06m

Jogador mais baixo – Lambourne – 1,90m

Média de altura – 2,00m

Média de idade – 29 anos

Jogador mais velho – Lambourne – 36 anos

Jogador mais novo – Anderson – 24 anos



Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x