Search
Saturday 19 September 2020
  • :
  • :

Brasil fica com o bronze nos Jogos Sul-Americanos e critica regulamento do torneio

Foto: Divulgação

A seleção brasileira infanto-juvenil feminina conquistou neste quarta-feira (12/03) a medalha de bronze nos jogos Sul-Americanos, em Santiago no Chile. Numa competição de pontos corridos, a seleção brasileira entrou pressionada tanto pela torcida da casa, já que o rival da última rodada era o Chile, quanto pelo regulamento, já que havia a possibilidade, mesmo do time vencer e terminar invicto, de não ser o campeão.

A derrota para o Chile por 3 a 1 (25-23, 23-25, 25-21 e 26-24) acabou custando não só o ouro, mas também a prata. O resultado deixou o Brasil com 11 pontos, ficando atrás do Chile (12) e da Argentina (13). Assim como em outras competições (inclusive na Superliga) uma vitória por 3 a 1 ou 3 a 0 vale três pontos, por 3 a 2, dois pontos, e uma derrota pode 3 a 2, um ponto. Sendo assim as brasileiras entraram em quadra sem poder ir ao tie-break, pois, mesmo ganhando, perderiam da Argentina nos critérios de desempate.

O técnico da seleção, José Klein, o Juca, acredita que este fator pode ter atrapalhado o lado psicológico das atletas, que têm entre 15 e 17 anos, mas que a experiência foi importante.

“Elas se sentiram muito pressionadas por conta do regulamento. Sabiam que precisavam ganhar de 3 a 0 ou de 3 a 1 para sair com o título e isso é uma pressão monstruosa. Elas não conseguiram tirar o foco disso e não paravam de falar antes da partida em nenhum momento. O importante é que essa experiência é muito rica para elas. Não dá para deixar de valorizar o espaço e a garra delas”, comentou Juca.

Juca ainda disse que a CBV tentou mudar o regulamento, colocando como primeiro critério de desempate o número de vitórias, e não o de ponto average.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x