Search
Monday 30 November 2020
  • :
  • :

Brasil fica com vices no primeiro mundial de Vôlei de Praia sub-23

Foto: FIVB

O Brasil colocou suas duas duplas nas finais do primeiro Campeonato Mundial Sub-23 de Vôlei de Praia, neste domingo (09/06), em Myslowice, na Polônia. Mas ficou com o vice-campeonato em ambos. No masculino, posição honrosa para Vitor Felipe e Márcio Gaudie, superados na decisão pelos donos da casa. E, no feminino, Duda, de apenas 14 anos, e Thaís acabaram derrotadas pela parceria da Alemanha.

A manhã na Polônia começou verde e amarela na arena montada no suntuoso Summer Sports Resort. De todos os países participantes, só o Brasil conseguiu emplacar duplas nas duas finais. Primeiro, no feminino. Na semifinal, Duda e Thaís, que jogou com dores na coxa, venceram Pischke/Humana-Paredes, do Canadá, por 2 a 1, parciais de 21-18, 15-21 e 23-21, e vibraram muito ao chegarem à final.

Na decisão, as alemãs Bieneck e Schneider tiveram que jogar tudo o que sabem para baterem as brasileiras. Tanto que, no primeiro set, deu Brasil: 21-19. No segundo, porém, Duda e Thaís perderam o foco e acabaram superadas: 21-12. Hora do tie break, equilibrado até o fim. A derrota veio nos detalhes, com um 15-13 para as adversárias. Mesmo assim, as brasileiras foram muito aplaudidas pelo belo espetáculo.

“Senti a coxa ainda nas quartas, na véspera, e joguei a final com muita dor. Não conseguia agachar, muito menos saltar. Mesmo assim, demos o nosso melhor. Tanto que o jogo foi igual e chegou a ir para o tie break. Terminar o meu primeiro Mundial como a segunda melhor dupla do mundo não é para qualquer um”, analisou Thaís. “Só tenho a agradecer à comissão técnica, por todo apoio que me deu nesse torneio, e à Duda, uma menina cheia de gás. Depois da nossa estreia, vimos que podíamos chegar longe”, concluiu.

O terceiro lugar ficou com as canadenses Pischke e Humana-Paredes, que venceram as tchecas Galova e Machovapor 2 a 1, de virada, parciais de 19-21, 21-15 e 16-14, e completaram o pódio.

Já Vitor Felipe e Márcio Gaudie chegaram à decisão ao passarem nas semifinais pelos letões Finsters e Solovejs, os mesmos que eles já haviam derrotado na fase de grupos. Desta vez, a vitória foi mais apertada: 2 a 1, parciais de 21-17, 16-21 e 15-9. O problema é que sofreriam uma enorme pressão na final, visto que chegava a hora de enfrentar os donos da casa.

E não teve jeito. Com toda a torcida a favor e um voleibol de bom nível, os poloneses Kantor e Losiak conquistaram o inédito título com uma vitória de 2 a 0 (21-16 e 21-17) sobre Vitor Felipe e Márcio Gaudie. Os austríacos Petutschnig e Winter derrotaram Finsters e Solovejs por 2 a 0 (21-17 e 21-19) e ficaram com o terceiro lugar.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x