Search
Sunday 27 September 2020
  • :
  • :

Brasil passa por Dominicana com dificuldades e se aproxima do título na Copa dos Campeões

Foto: FIVB

Com dificuldades e abaixo do normal, o Brasil assegurou sua terceira vitória na Copa dos Campeões ao vencer a Rep. Dominicana, nesta sexta-feira (15/11), por 3 a 1, parciais de 25-20, 25-15, 22-25 e 25-19.

Promovendo o rodízio na equipe, Zé Roberto deixou e fora desta vez Adenízia, MVP do último jogo, e a líbero Camila Brait. Com isso, no time titular, chance para a dupla Fabiana e Walewska e a volta de Fernanda Garay em lugar de Tandara, em relação à partida anterior.

Com a bola em jogo, o primeiro set começou equilibrado, com muitos erros de saque das dominicanas e um bom início do Brasil no bloqueio, que não começou no mesmo ritmo no ataque.

Após o primeiro tempo, os dois times seguiram jogando em ritmo lento. A Rep. Dominicana com muitos erros no ataque e o Brasil com dificuldades para virar. Mesmo assim, o time brasileiro conseguiu abrir 16-14 e assumir a dianteira do jogo. 

Os muitos erros irritaram o técnico Marcos Kwiek, que cobrou seu time nesse quesito nos tempos técnicos. Como o Brasil também não jogava o seu melhor, o set foi arrastado até a vitória brasileira por 25-20.

O segundo set seguiu no mesmo ritmo do anterior, porém com o Brasil um pouco mais eficiente na virada de bola, o time verde amarelo foi crescendo no decorrer da parcial e logo dominou o set. Mais tranquilo e com larga vantagem, Zé promoveu várias mudanças e o time fechou com fáceis 25-15.

No terceiro set, Zé Roberto iniciou com Tandara em lugar de Fê Garay. Já a Rep. Dominicana voltou errando menos e com isso engrossou o set para o Brasil.  Atrás no placar, o técnico brasileiro fez a inversão e no fim do set começou o show de rallys, com grandes defesas do Brasil. Porém, sem conseguir aproveitar os contra-ataques, muito graças a excelente atuação da líbero Brenda Castillo, o Brasil perdeu seu primeiro set no torneio por 25-22.

Disposto a fechar o jogo, o Brasil voltou com mais gás no quarto set. Logo abriram 8 a 2 e com mais agressividade e concentração, mas um erro de arbitragem na marcação do oitavo ponto, fez tudo mudar, e com a volta da jogada, o Brasil sofreu dois pontos e o placar real na primeira pausa foi de 8 a 4.

Se no lado brasileiro o pedido era de concentração, do lado dominicano era de menos erros. E quem conseguiu fazer o que seu técnico pediu foi o time da Rep. Dominicana. Até Zé Roberto chegou a perder a concentração, reclamou e ganhou cartão amarelo.

Apresentando altos e baixos, o Brasil estava irreconhecível em relação aos jogos de Nagóia. Para nossa sorte, o time dominicano também apresentou variações  no final, as brasileiras conseguiram subir o nível novamente e consequentemente, com a queda no lado rival, a vitória veio com 25-19.

 

A melhor jogadora da partida foi Fabíola. Pontuaram pelo Brasil Sheilla, top scorer com 20 pontos, Fernanda Garay (13), Natália (13), Fabiana (10), Waleswka (6), Tandara (4), Fabíola (2) e Monique (1).

 




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x