Search
Thursday 9 July 2020
  • :
  • :

Brasil preparado para a estréia contra o Japão pelo Grand Prix

Crédito: Alexandre Arruda/CBV

Crédito: Alexandre Arruda/CBV

 

Uma reedição da partida que decidiu o último Grand Prix marcará a estreia da Seleção Brasileira Feminina de Vôlei na competição em 2015. O Brasil duelará com o Japão às 8h30 (Horário de Brasília) desta sexta-feira (03.07), no Indoor Stadium Huamark, em Bangcoc, na Tailândia. O jogo terá transmissão ao vivo da Band e do SporTV. Além de brasileiras e japonesas, o grupo A ainda tem a Sérvia e as donas da casa.

 

Em 2014, na partida decisiva do Grand Prix, em Tóquio, no Japão, as brasileiras venceram as japonesas por 3 sets a 0 e garantiram a medalha de ouro e o décimo título competição. O time nipônico ficou com o segundo lugar. Neste ano, as duas seleções se enfrentaram quatro vezes em amistosos realizados no Brasil. Todas as partidas foram decididas no quinto set e o time verde e amarelo venceu três jogos enquanto as orientais foram melhores em um.

 

O Brasil será representado na primeira etapa do Grand Prix pelas levantadoras Dani Lins e Macris, as opostos Monique e Joycinha, as ponteiras Fernanda Garay, Gabi, Natália e Mari Paraíba, as centrais Adenízia, Juciely, Carol e Bárbara e as líberos Camila Brait e Léia.

 

Para o treinador José Roberto Guimarães, o jogo desta sexta-feira é um bom teste para as atuais campeãs do Grand Prix. “Será um jogo difícil. O Japão é uma equipe que defende muito e tem bastante velocidade. Os amistosos foram importantes, mas agora é uma nova etapa. Essa partida será nossa estreia na competição e o Japão é um time complicado de enfrentar, ainda mais como primeiro jogo, mas estamos bem preparados”, afirmou José Roberto Guimarães.

 

A levantadora Dani Lins chamou a atenção para o estilo de jogo japonês e apostou em um duelo com muitos rallys. “Estamos focadas nessa estreia. Os amistosos foram bons treinos e ajudaram nossa preparação para enfrentar seleções que jogam com velocidade. Temos que entrar ligadas na partida e sabemos que a bola não vai cair facilmente do outro lado. Será um jogo de muitas trocas de bola e vamos precisar de paciência”, analisou Dani Lins.

 

A central Carol destacou a importância de um fundamente específico contra as japonesas. “Estou feliz de iniciar o Grand Prix com esse grupo de jogadoras. Temos treinado bastante e é sempre difícil enfrentar o Japão. Sabemos que o nosso saque será um fundamento decisivo na partida. Se o saque funcionar, conseguiremos quebrar um pouco da velocidade delas e isso é muito importante para alcançarmos a vitória”, explicou Carol.

 

Entenda o Grand Prix

 

De 3 a 18 de julho, as 12 principais seleções disputarão a fase classificatória. A cada semana, serão formados três grupos com quatro seleções em cada, definidas em sorteio. Nesta etapa, o Brasil jogará em três cidades diferentes: Bangcoc (Tailândia), São Paulo (Brasil) e Catania (Itália). O time verde e amarelo é o atual campeão e luta pelo 11º título.

 

Ao fim da fase de classificação, as cinco equipes mais bem colocadas avançarão à fase final, que contará ainda com os Estados Unidos, país sede. A fase final acontecerá de 22 a 26 de julho, em Omaha, nos Estados Unidos.

 

BANGCOC (TAILÂNDIA)

(03.07) – Brasil x Japão às 8h30 (Horário de Brasília)
Transmissão: SporTV e Band

(04.07) – Brasil x Sérvia às 4h (Horário de Brasília)
Transmissão: SporTV e Band

(05.07) – Brasil x Tailândia 6h30 (Horário de Brasília)
Transmissão: SporTV e Band




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x