Search
Monday 21 September 2020
  • :
  • :

Brasil vence a Venezuela e está na final

 12/05/12 – O Brasil está na decisão do Torneio Pré-Olímpico Sul-Americano feminino de vôlei. Neste sábado (12.05), as brasileiras venceram as venezuelanas por 3 sets a 0, parciais de 25-14, 25-15 e 25-23, em 1h10, no ginásio Milton Olaio Filho, em São Carlos (SP), e garantiram a vaga na final.

                                                                                                                          Foto: Celio Messias/VIPCOMM


O adversário do Brasil será o Peru que, também neste sábado, venceu a Colômbia por 3 sets a 2 (25/19, 15/25, 22/25, 25/11 e 17/15), em 1h53. As brasileiras enfrentarão as peruanas às 18h30 deste domingo (13.05), com transmissão dos canais Sportv e Esporte Interativo. O vencedor da partida estará classificado para os Jogos Olímpicos de Londres, neste ano.
 

A final será entre os melhores times do Pré-Olímpico Sul-Americano. De acordo com as estatísticas oficiais do campeonato, cada equipe ocupa a primeira colocação em três dos seis fundamentos. O Brasil é a melhor seleção no ataque, no bloqueio e no levantamento, enquanto o Peru lidera as estatísticas de saque, defesa e recepção.

Neste sábado, a oposto Sheilla foi a maior pontuadora da partida, com 16 acertos. A atacante do Brasil analisou a partida, em especial o terceiro set, quando o adversário deu trabalho ao Brasil.

“Neste momento, elas forçaram mais o saque e nós começamos a errar um pouquinho mais. Foram deméritos nosso e mérito delas, principalmente no saque. Mas o importante é que, no final, conseguimos o resultado esperado”, considerou Sheilla.

A ponteira Jaqueline foi outro destaque do Brasil e colaborou bem para a vitória ao marcar 14 vezes, mesmo número de pontos da venezuelana Luz, maior pontuadora entre as visitantes.

O técnico José Roberto Guimarães também comentou sobre a queda de rendimento do Brasil na terceira parcial.

“O terceiro set foi mais equilibrado. É normal isso acontecer. As venezuelanas forçaram o saque desde o início. No terceiro, elas conseguiram quebrar o nosso passe em algumas ocasiões e não aproveitamos tão bem os contra-ataques. A Venezuela veio para a partida sem nada a perder e a responsabilidade era toda nossa. Vencemos e fizemos a nossa obrigação”, afirmou Zé Roberto.

Recuperada de uma lesão na coxa, a capitã Fabiana participou pela primeira vez do Pré-Olímpico Sul-Americano. A central entrou em quadra no segundo set e foi bastante festejada pela torcida.

“Agora, sim, me sinto 100%. Falta só pegar um pouco de ritmo de jogo, o que é normal depois de três semanas parada, mas estou muito feliz. Quando o Zé me chamou, já fiquei super alegre e quando recebi o carinho do público, fiquei ainda mais”, comentou Fabiana, que direciona o foco para o fator principal desta competição. “Agora, falta só mais um jogo para atingir o nosso objetivo, que é ir para Londres”.

Expectativa pela final

Logo após a vitória sobre a Venezuela, Sheilla já pensava na decisão deste domingo, contra o Peru. E a jogadora se preocupa com o adversário.

“As duas seleções já jogaram várias vezes nos últimos anos, as equipes se conhecem bem, e acredito que vai ser um jogo mais marcado para os dois lados. Elas virão sem responsabilidade e nós temos que fazer o nosso jogo para buscar a vitória”, disse Sheilla.

O JOGO

A ponteira Jaqueline abriu o placar da semifinal com ponto de ataque. No ace de Sheila, o Brasil aumentou a vantagem para 6/3. A equipe brasileira ainda marcou mais duas vezes e a Venezuela ficou nos três pontos até o primeiro tempo técnico: 8/3. Com Desiree explorando o bloqueio brasileiro, a Venezuela diminuiu a diferença para 14/11. E, no erro do adversário, o Brasil fez 16/11 na segunda parada técnica. Quando as donas da casa fizeram 18/11, o técnico venezuelano, Jose David Suarez, pediu tempo, assim como quando o placar apontava 21/13. Mas as brasileiras mantiveram o ritmo e, no erro de saque do adversário, fecharam o set em 25/14.

Em uma bola de segunda, a levantadora Fabíola marcou o primeiro ponto do set. E também foi em um ace de Fabíola que o Brasil abriu cinco (6/1). O bloqueio e o saque do Brasil funcionavam. Fernanda Garay conseguiu um bom ataque na paralela e as brasileiras fizeram 15/8. Em uma jogada inusitada, a central Thaisa atacou uma bola pelo fundo e marcou o 18º ponto das brasileiras (18/09). Quando o Brasil vencia por 20/11, o técnico José Roberto Guimarães trocou as centrais. Saiu Adenízia e entrou a capitã Fabiana -pela primeira vez em quadra no Pré-Olímpico feminino de vôlei. Com tranquilidade, o Brasil venceu o segundo set por 25/15.
 

A Venezuela voltou melhor para o terceiro set e, pela primeira vez na partida, ficou na frente do placar (5/4). Na primeira parada técnica, a vantagem do time venezuelano era de três (8/5). Com um saque forçado e boas defesas, as brasileiras viraram o marcador em 10/9. Na segunda parada técnica, a Venezuela tinha dois pontos de vantagem (16/14). Com uma boa sequencia de saques da oposto Sheilla, o Brasil virou o marcador e abriu dois (18/16). O jogo seguiu equilibrado, mas o Brasil fez valer a maior experiência no final e venceu o set por 25/23 e o jogo por 3 sets a 0.

A seleção brasileira fará o último treino em São Carlos neste domingo (13.05), das 10h às 11h, no ginásio Milton Olaio Filho. O trabalho será aberto a imprensa.

Brasil  – Fabíola, Sheilla, Adenízia, Thaisa, Fe Garay e Jaqueline. Líbero – Fabi. Entraram: Fabiana, Paula Pequeno, e Camila Brait. Técnico – José Roberto Guimarães

Venezuela – Perez, Blanco, Desiree, Sharlin, Genesis e Luz. Líbero – Elena. Entrou: Tovar. Técnico – Jose Davis Suarez



Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x