Search
Friday 25 September 2020
  • :
  • :

Brasil vence EUA de virada e se classifica para fase final do Grand Prix

Divulgação/CBV

Jogando em Bancoc, na Tailândia, a seleção brasileira não teve vida fácil na manhã desta sexta-feira. A estreia, no terceiro final de semana do Grand Prix, foi contra as norte americanas que venceram os dois primeiros sets em dia inspirado da oposta Kelly Murphy. O Brasil voltou para o terceiro set mais concentrado e conseguiu reverter o placar adverso, vencendo a partida por 3 sets a 2, com parciais de 29-31, 22-25, 25-22, 25-19 e 15-9, em duas horas e vinte e quatro minutos. Com o resultado, nossa seleção se classificou, com duas rodadas de antecedência, para as finais da competição.

A partida começou muito equilibrada. O Brasil foi para a primeira parada técnica com dois pontos de vantagem (8/6). Com um ace da ponteira Larson, os Estados Unidos encostaram (15/13). Bem no bloqueio, as americanas deixaram tudo igual no marcador (16/16). O final da parcial foi emocionante e, nos detalhes, os Estados Unidos levaram a melhor (31/29).

O técnico José Roberto Guimarães fez uma troca de ponteiras no início do segundo set, entrando Natália no lugar de Fê Garay. Bem no bloqueio e no saque, os Estados Unidos abriram seis pontos (12/6). O técnico brasileiro inverteu o cinco e um com a entrada de Fabíola e Andreia. Bem nos contra-ataques, as brasileiras encostaram (17/15). Os Estados Unidos foram melhores no final da parcial e venceram o segundo set por 25/22.

O Brasil voltou para a terceira parcial muito concentrado, abrindo o placar (5/2). Bem no bloqueio, os Estados Unidos encostaram (7/6). As atuais campeãs olímpicas foram para o segundo tempo técnico com dois pontos de vantagem (16/14). O time verde e amarelo segurou a vantagem até o final da parcial e venceu o set, se mantendo vivo no jogo (25/22).

O quarto set começou equilibrado. Com um bom ataque da ponteira Fê Garay, o Brasil abriu dois pontos (6/4). Se aproveitando dos erros das brasileiras, os Estados Unidos empataram (10/10). O set se manteve disputado ponto a ponto. O time verde e amarelo foi para o segundo tempo técnico com um ponto de vantagem (16/15). Bem no ataque, o Brasil voltou a abrir no marcador (19/16). Daí para frente foi só ampliar a vantagem, fechando a parcial e levando o jogo para o set desempate (25/19).

O início do quinto set foi marcado pelo equilíbrio. O saque brasileiro dificultava a recepção das norte-americanas e o Brasil abriu o placar a seu favor (8/5). Nossa seleção seguiu na frente durante todo o tie-break e venceu a parcial e a partida em um ataque de Sheilla (15/9).

A maior pontuadora da partida foi a norte americana Murphy com 26 pontos (23 em ataques e 3 em bloqueios). Pela seleção dos EUA, destaque, também, para a centra Foluke Akinradewo com 17 pontos (12 em ataques, 4 em bloqueios e 1 em saque), além da levantadora Alisha Glass que distribuiu muito bem o jogo e pontou 5 vezes no bloqueio. Entre as brasileiras, destaque para Thaisa com 23 pontos (17 em ataques, 5 em bloqueios e 1 em saque) e Sheilla com 20 (18 em ataques e 2 em bloqueios).

Já classificado para a Fase Final do Grand Prix, o Brasil enfrenta na madrugada desta sexta para sábado, a seleção da República Dominicana, às 4h da manhã, com transmissão do Sportv. Nas duas partidas restantes deste final de semana, o técnico José Roberto Guimarães deve utilizar suas jogadoras reservas, poupando as titulares.

Brasil – Dani Lins, Sheilla, Jaqueline, Fernanda Garay, Thaisa e Fabiana. Líbero – Camila Brait. Entraram: Fabíola, Andreia, Natália e Tandara.

Estados Unidos – Alisha Glass, Murphy, Larson, Robinson, Adams e Akinradewo. Líbero – Kayla. Entraram: Hill, Lichtman, Thompson e Dixon.

 




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x