Search
Wednesday 25 November 2020
  • :
  • :

Fora de casa, Uniara surpreende Brasília Vôlei e vence a primeira na Superliga

Foto: Brasília Vôlei/Divulgaçâo

Em partida acirrada entre estreantes, nesta quinta-feira (03/10), disputada em Brasília, o time da casa não conseguiu sua primeira vitória na SL e quem comemorou o primeiro triunfo foi a Uniara. Com parciais de 21-18,  19-21, 21-17, 17-21 e 15-12, a equipe de Araraquara venceu o Brasília Vôlei por 3 a 2.

O primeiro ponto do jogo foi da Uniara. Diferente do que muita gente imaginava, Brasília não teve a facilidade que o torcedor gostaria diante da equipe de Araraquara.

O começo foi melhor para a Uniara, que aproveitou bem seus ataques e foi em vantagem para o primeiro tempo técnico com 7-5. Após a pausa, o time de Paula e cia reagiu e virou para 9-7, tomando a dianteira do placar e mantendo-a até o segundo tempo técnico.

Atuando melhor do que em suas estreias, as duas equipes seguiram fazendo um jogo equilibrado. Com dois pontos atrás, a Uniara apostou numa inversão para tentar reagir e conseguiu, empatando o jogo em 17 e obrigando Sérgio Negrão a pedir tempo.

Na reta final do primeiro set, acabou falando mais alto a participação de Fernanda Tomé, que utilizou seu 1,94cm de altura para fazer três pontos e ajudar o time de Araraquara a fechar o set em 21-18 em 26 minutos.

O segundo set começou equilibrado até a Uniara acertar a mão e abrir 7-4. Após pedir tempo, Brasília reagiu com a entrada da central Patrícia e foi buscar a diferença e virou para 11-10, contando com muitos erros da Uniara.

Novamente equilibrado o jogo no segundo set, o técnico Sérgio Negrão repetiu o que fez no primeiro set, tirando Camilla Adão e colocando Eli Paulino. Ela conseguiu fazer um ponto de bloqueio.

Do outro lado, Araraquara, que contou com Tomé em quadra desde o início do set, fez novamente a inversão. Com Angélica em quadra como oposto, a Uniara novamente conseguiu na mesma estratégia fazer um bom final de set, mas um erro de recepção no penúltimo ponto e um bloqueio de Paula deram a vitória as donas da casa por 21-19 em 25 minutos.

O terceiro set começou melhor para a Uniara. Com bom volume  de jogo o time abriu 5-2 e obrigou Brasília a pedir tempo. Neste tempo, o fato curioso foi a oposto Elisângela passando instruções de como o time devia atuar ao técnico Sérgio Negrão. Para ela, a bola de paralela não estava funcionando.

Mas a parada deu pouco resultado. O time de Araraquara seguiu na frente e foi mantendo a vantagem, que foi para 12-8, 14-10, 17-12 e assim por diante, até começar a cometer erros e quase colocar em risco a vitória no set. Após ceder quatro pontos para Brasília, a Uniara fechou em 21-17, em  25 minutos.

No quarto set, o jogo das duas equipes seguiu apresentando a mesma situação. Enquanto em Brasília Paula, mesmo jogando bem, não conseguia puxar as demais jogadoras para a partida, em Araraquara apesar de ser uma equipe jovem, mostrava um pouco mais de entrosamento e segurança em seu jogo.

Na altura do oitavo ponto do quarto set, uma queda de Pully preocupou a todos no time paulista, mas nada de mais grave aconteceu. A parada refletiu na atuação da Uniara, que parou de rodar e viu  Brasília abrir vantagem de quatro pontos.

Assim que a diferença caiu para três pontos (17-14), Sérgio Negrão pediu tempo. Não resolveu muito. A Uniara marcou mais um ponto e o set equilibrou novamente, obrigando Sérgio Negrão a colocar Ju Maranhão e ela resolveu o set fazendo dois pontos e ajudando o time a ganhar por 21-17 em 29 minutos.

No tie-break, com Paula de um lado e Pully do outro jogando muito, acabou prevalecendo novamente o equilíbrio e no final a Uniara levou a melhor por 15-12 e conquistou a sua primeira vitória na SL.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x