Search
Wednesday 30 September 2020
  • :
  • :

BRB/Brasília Vôlei foca nos trabalhos para a temporada 17/18

Para fortalecer o físico das jogadoras, treinos também acontecem na areia. (Foto: Divulgação)

O BRB/Brasília Vôlei já treina visando a temporada 17/18. O time brasiliense se reuniu pela primeira vez no dia 1º de agosto e, na tarde desta quarta-feira (9), foi apresentado à imprensa antes do tradicional treino de pré-temporada na areia, realizado no SESI-Taguatinga.

Depois de perder os principais nomes, como Paula Pequeno, Amanda, Macris e Andréia, o atual elenco conta com as remanescentes Mari Helen (ponteira), Lê Bonardi (oposta), Bia Martins e Vivian Lima (levantadoras).  Sérgio Negrão reassume o comando depois de estar focado na direção do clube nas últimas temporadas. “Meu retorno ao cargo de técnico está sendo muito prazeroso. Fui treinador durante 30 anos e gosto muito de fazer o que faço”, explicou

Novas contratações

Chegam ao clube as seguintes jogadoras: Juju Perdigão (líbero, ex-Fluminense), Priscila Souza (ponteira, ex-Valinhos), Malú (oposto, ex-Praia Clube), Aline (central, ex-Rio do Sul), Carol (central, ex- São Caetano), Fernanda (central, ex-Osasco), Isabela (ponteira, ex-SESI-SP) e Thaynã (levantadora, ex-Brusque).

Do time Sub-23, foram promovidas: Letícia Sousa (ponteira), Wesliane Alves (central), Gabrielle Vitoria (ponteira), Natália Gonçalves (ponteira) e Eduarda Santana (líbero).

Sobre as primeiras impressões neste período de adaptação ao Brasília, a central Aline, uma das mais experientes, conta como pretende contribuir para o grupo. “É um elenco jovem que gosta bastante de trabalhar. Podemos tirar proveito disso das meninas. Temos a Vivian que tem 17 anos – o que ela tem de idade eu tenho de vôlei, por exemplo – e essa troca é positiva. A todo momento que eu possa dar alguma dica ou dizer algo útil, elas me ouvem e agradecem. Eu, Priscila e Mari assumimos essa função de ajudar as mais novas”, afirmou.

Remanescente, a ponteira Mari Helen enxerga a mescla de idades como um dos fatores que podem ajudar a equipe durante a Superliga. “As meninas que chegam vêm com a expectativa alta e felizes de estarem aqui pelo que já foi construído nos anos anteriores. Como sou a mais velha do time, vejo algumas atletas com muito potencial e, principalmente, vontade. Isso me cativa e conquista todo mundo a treinar mais e evoluir sempre”, comentou a atacante.

 

 

Tem cupom de desconto exclusivo pra você na FutFanatics. Use o código: MV10FUT

 




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x