Search
Thursday 22 October 2020
  • :
  • :

Búlgaros em trânsito: Vasileva vai para a Rússia, Kaziyski deixa a Itália

Créditos: Imagem 1: Site Oficial do Dínamo Kazan/Imagem 2:  Trabalza

Créditos: Imagem 1: Site Oficial do Dínamo Kazan/Imagem 2: Trabalza

 

Quem movimentou o mercado da bola no Velho Mundo foram dois dos principais jogadores búlgaros da década. Certamente, o maior nome do vôlei feminino da Bulgária e, provavelmente, o melhor atacante daquele país desde os anos 90. Se ontem foi anunciada foi anunciada a saída do ponteiro Matey Kaziyski do voleibol italiano pela Liga Japonesa, nesta quinta-feira, a ponteira Elitsa Vasileva deixou o vôlei turco e foi para a Rússia.

 

Ex-jogadora do Vôlei Amil, Vasileva saiu do VakifBank, da Turquia, para ser companheira de quadra de Gamova, no Dínamo Kazan. Depois de longa negociação, a atacante assinou contrato de um ano.

 

Já Kaziyski, que vai para o Jtekt Stings, do Japão, depois de sete anos em Trento, mereceu uma despedida comovida de seu agora ex-clube. Numa matéria intitulada “Obrigado por tudo, Número 1!”, no site oficial do Trentino, o presidente do clube, Diego Mosna, declarou que “é difícil imaginar o Trentino Volley sem Kaziyski, mas, ao mesmo tempo, não é fácil imaginar Kaziyski sem o nosso uniforme. Aceitamos relutantemente a decisão de um dos jogadores que mais marcaram nossa história, mas respeitamos (a escolha do atleta), porque seremos sempre gratos a Kaziyski”.

 

O búlgaro, por sua parte, afirmou que “fazia muito tempo que queria viver uma experiência no Japão. Minha escolha foi completamente autônoma e era hora de anunciá-la para poder agradecer a todos pelo tempo em que estivemos juntos.”




Subscribe
Auto Notificar:
guest
2 Comentários
o mais novo
mais velho mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
mumú 12

Trocar a Liga Italiana pela japonesa só pode ser mesmo muita grana. Porque o vôlei na Terra do Sol Nascente não dá prestígio nem representa uma evolução técnica. No lugar do Kaziyki eu só sairia do trentino para jogar no Brasil, na Turquia ou Rússia. Será visto como um atleta em final de carreira

Gusta

Eu também concordo que a saída foi por muita grana. Mas ao mesmo tempo, a vida no vôlei não é eterna, ele vai fazer 31 anos daqui a pouco e ele faz muito bem em pensar na grana e no próprio futuro!

Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x