Search
Saturday 19 September 2020
  • :
  • :

Campeão da Liga Mundial de 1998 pede chance para jogar a Superliga

Divulgação/CBV

Cubano passa despercebido entre os dois mil atletas que jogam torneio em Saquarema

Campeonato de veteranos disputado no CT de Saquarema, o Vôlei Master conta com uma presença ilustre na atual edição: Tomaz Aldazabal, cubano que faz parte da seleção campeã da Liga Mundial de 1998. E o jogador não está atrás apenas de diversão: ele quer mostrar trabalho para fechar contrato com um dos grandes times do voleibol nacional. Se não for possível, diz que toparia uma oferta até em divisões inferiores.

– Aceitaria um convite para a (Superliga) B. Saí do Espinho (equipe portuguesa) para atuar no Brasil, mas não consegui ainda jogar aqui.

Morando no Brasil há dois anos, Aldazabal, 38, ainda aguarda liberação da Polícia Federal para ter o visto de permanência no país. Enquanto isso, aproveita a estrutura da AABB de Palmas para manter o condicionamento físico. Ele se espelha em outros atletas veteranos que estão na Superliga:

– Vejo Ricardinho, Marcelinho e outros tantos jogando, e penso que ainda tenho fôlego para jogar e jogar bem

Quando veio de Portugal, o cubano já tinha a intenção de atuar no vôlei brasileiro, mas os planos acabaram frustrados por um rompimento de tendão patelar. Para se manter em forma e motivado, a solução encontrada foi o master:

– Me chamaram para brincar um dia, e nunca havia saltado em quadra de cimento. Me empolguei e tive um rompimento. Pensei em parar, desistir de vez, mas fui convidado a integrar uma equipe master da minha cidade e voltei a treinar

A atual edição da Superliga, iniciada a menos de um mês, ainda permite a contratação de atletas até o dia 19 de dezembro. No masculino, o atleta mais velho atuando é justamente o levantador Marcelinho, do Sesi-SP, com 40 anos. Dos 186 atletas já inscritos, 21 passaram dos 35 anos. Gustavo Endres (Canoas-RS), Ricardinho (Ziober Maringá-PR) e Serginho (Sesi-SP) puxam a fila dos “quase quarentões”. Das 12 equipes, apenas duas não contam com atletas com mais de 35 anos (São José dos Campos e São Bernardo Vôlei).

O título da Liga Mundial de 1998 é o principal da carreira de Aldazabal, que começou a jogar em 1989. O final da década de 90 foi de um voleibol forte no masculino na ilha caribenha. Desde então, Cuba só voltou a ter um resultado expressivo no Mundial em 2010, com o vice justamente perdendo para o Brasil. Neste ano no Mundial disputado na Polônia, amargou a última colocação, no pior cenário da modalidade em 40 anos. Aldazabal não quis comentar a situação do voleibol cubano, apenas relembrando a boa fase da equipe em 1998:

– Sempre me orgulhei de defender meu país. Éramos uma equipe completa. O Dennis, que joga aqui no Brasil hoje, fazia parte daquela seleção. O Dennis é um ano mais novo e está jogando (no Canoas)

O Campeonato Master é organizado pela Confederação Brasileira de Voleibol, conta com 179 equipes em 15 categorias na quadra e mais de 200 duplas em 22 categorias na praia. Ao todo, mais de 2.000 atletas passarão por Saquarema até o próximo domingo (16)




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x