Search
Sunday 20 September 2020
  • :
  • :

Campeão Sada Cruzeiro é recebido com muita festa em Belo Horizonte

 22/04/12 – O mais novo campeão da Superliga, o Sada Cruzeiro, foi recebido com muita festa na noite desse sábado, na volta a Belo Horizonte. Pela manhã, em São Bernardo-SP, o time celeste pode gritar pela primeira vez o grito de campeão brasileiro e erguer o troféu do principal campeonato do país e um dos mais fortes do mundo. Sem dar chances ao adversário a equipe azul bateu o paulista Vôlei Futuro de virada por 3 sets a 1, parciais de 24/26, 25/18, 25/13 e 25/19.

Na chegada à capital mineira os jogadores e comissão técnica foram recebidos por centenas de torcedores no Aeroporto de Confins.

Em seguida o time desfilou em carro aberto do Corpo de Bombeiros, acompanhado por uma carreata, por várias ruas e avenidas da região central, até chegar à sede do Barro Preto, onde o elenco treina diariamente. Centenas de torcedores também aguardavam ali a chegada dos campeões, que foram saudados por muita música e uma chuva de papel picado. O dia foi encerrado com uma recepção no salão social do clube.
“Eu sempre digo que sinto muito orgulho de fazer parte desse time, que sempre foi campeão. Hoje todos nós tivemos uma alegria imensa, uma recompensa por todo o trabalho que fizemos”, destacou o central Douglas Cordeiro, o jogador mais antigo do elenco, defendendo o clube há quatro temporadas.
 
Com projeto iniciado em 2006, Grupo Sada celebra pódio da Superliga
 
A primeira equipe de vôlei patrocinada pelo Grupo Sada surgiu em 2006, na cidade de Betim-MG. Em 2009 foi feita a parceria vitoriosa com o Cruzeiro Esporte Clube. E o grupo que já era competitivo tornou-se ainda mais forte e desde então o time tem colecionado excelentes resultados. Em 2011, no começo desta temporada, a equipe foi bicampeã mineira e também bicampeã do Torneio Internacional de Irvine, nos Estados Unidos.
 
O troféu da Superliga era o único que faltava na lista dos cruzeirenses, que no ano passado também foram vice-campeões.
 
O presidente da Associação Esportiva Sada Vôlei, Alberto Medioli, destacou os bons resultados da equipe, que representa com maestria o perfil do Grupo Sada, principal mantenedor, e também o do Cruzeiro.
 
“Analisando a trajetória do time nos últimos anos nós sempre evoluímos de uma temporada para outra, sempre subimos posições no ranking nacional. Essa equipe representa muito a visão do Grupo Sada, que é não tentar formar equipes com estrelas, mas com grandes guerreiros. A nossa equipe é sinônimo de garra e competitividade, com uma legião de torcedores apaixonados. Agora fomos coroados com esse troféu. Temos que agradecer também aos nossos outros patrocinadores, que acreditam nesse projeto”, destacou Medioli.

Jogadores do Sada Cruzeiro agradecem o apoio da torcida

Mesmo com a final da Superliga tendo sido disputada em São Paulo, o Sada Cruzeiro contou com a força da china azul no Ginásio Adib Moyses Dib, em São Bernardo do Campo. Um total de 15 ônibus saiu de Minas Gerais, principalmente de Belo Horizonte e Contagem, com torcedores apaixonados para incentivar o time celeste.
 
Nas arquibancas em São Bernardo também estavam muitos funcionários do Grupo Sada, do Cruzeiro, jogadores das categorias de base do clube, além de familiares e amigos dos jogadores.

“Esse apoio da torcida é demais. Nos nossos jogos em casa o incentivo dos torcedores fez a diferença na fase classificatória. E na final não foi diferente. Só temos a agradecer a cada uma dessas pessoas, idosos, jovens e crianças, que deixaram suas casas, viajaram até São Paulo para torcer por nós. O título também é da nossa torcida”, disse o central Rogério.

Ponteiro Maurício foi um dos destaques na decisão em São Bernardo

O ponteiro Maurício foi um dos nomes do jogo decisivo em São Bernardo, quando o Sada Cruzeiro bateu o Vôlei Futuro por 3 a 1 nesse sábado e conquistou pela 
primeira vez o título de campeão da Superliga. Com o ataque em dia inspirado, Maurício fez 21 pontos e foi um dos jogadores decisivos na vitória azul.

“Eu tinha certeza que a gente ia ganhar essa partida. Não sabia como, se seria 3 a 0, 3 a 2, mas eu sabia que nós íamos sair com a vitória, pela nossa campanha, pelo grupo que foi melhor em todo o campeonato. Entrei em quadra com esse sentimento. Mas o grupo inteiro está de parabéns. Foi sensacional”, disse.

William, capitão celeste, mais uma vez comandou o grupo, distribuindo bem o ataque e liderando seus companheiros em quadra. Por sua atuação ele foi eleito o melhor jogador em quadra na final e recebeu o troféu VivaVôlei. Tetracampeão argentino nos quatro anos em que esteve à frente do Bolivar, William aguardava o momento de ser campeão nacional no Brasil.

“É muito emocionante tudo isso que estamos vivendo. Essa vitória é desse grupo, dos jogadores, da comissão técnica, de toda a equipe. Esse troféu é nosso! Ninguém tira!” comemorou o capitão com seus companheiros.
 



Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x