Search
Monday 30 November 2020
  • :
  • :

Carol brilha e Unilever atropela Macaé fora de casa

18/11/11 – A meio-de-rede Ana Carolina, a Carol, chegou à Unilever para a temporada 2011/2012 e já pode conquistar seu primeiro título pela equipe: o de campeã carioca. Uma das jogadoras mais jovens do time, a mineira de Belo Horizonte, de apenas 20 anos, mostrou talento, garra e determinação na vitória sobre o Macaé, nesta sexta-feira (18/11), por 3 sets a 0, parciais de 25-13, 25-13 e 25-16, na casa do adversário, o segundo resultado positivo da Unilever na disputa do Estadual.

 Sem contar com Edna e Tati Crispim lesionadas, Macaé não conseguiu parar Unilever (Foto: Divulgação)
 
Carol foi eficiente no bloqueio, consistente no saque – no primeiro set, permaneceu sacando por cinco pontos seguidos -, defendeu muito bem e o resultado não poderia ser outro: ganhou elogios do assistente-técnico Helio Griner, que dirige a equipe no Carioca enquanto Bernardinho está com a seleção masculina na Copa do Mundo, no Japão.

"A Carol sacou bem no primeiro set e isso deu confiança a ela para o restante da partida. Tem um potencial físico muito bom e ainda vai evoluir muito no bloqueio", comentou Griner. "Precisa melhorar a postura, a leitura do jogo, mas isso é assim mesmo. Ela é muito nova e o bloqueador, assim como o levantador, tende a crescer com o passar do tempo", finalizou.

"Fominha nos treinos", segundo Ricardo Tabach, também assistente-técnico da Unilever, Carol sempre quer fazer "hora extra". "Ela sente prazer em treinar, mostra muita disposição", disse Tabach. "E ainda tem, no início da carreira, o privilégio de contar com o suporte de uma levantadora como a Fernanda Venturini, que gosta de trabalhar com as centrais."

"Foi um jogo bom, graças a Deus", disse Carol, já recuperada do desgaste da viagem até Macaé – o ônibus da equipe teve um pneu furado, que levou duas horas até ser trocado. "Sinto que estou ficando mais forte fisicamente e aprendendo, com a Fernanda (Venturini, levantadora da equipe) me chamando sempre para o jogo", declarou.

Expectativa em dose dupla

Uma das novatas da Unilever para a temporada, ao lado da ponteira Natália e da levantadora Fernanda Venturini, Carol vive a expectativa da conquista do Carioca e da chegada das jogadoras que disputaram a Copa do Mundo, no Japão: Sheilla, Mari, Fabi e Juciely. "Um título a mais é sempre bom", disse a meio-de-rede, campeã paulista pelo Pinheiros em 2010. "Melhor ainda dando sequência à história vitoriosa da Unilever no Estadual (a equipe luta pelo nono título carioca)."
 
Carol também não vê a hora de as titulares se integrarem ao grupo. "Vai ser a primeira vez na minha carreira que vou ter a oportunidade de atuar ao lado de grandes nomes do vôlei nacional", disse. Trabalhar com o técnico Bernardinho também vai ser uma novidade, mas ela já sabe o que esperar. "Vou suar bastante. Mas foi para isso que vim para a Unilever. Quero trabalhar muito e ganhar experiência."

A Unilever volta à quadra pelo Carioca no próximo dia 22, às 20h30, para enfrentar o Universo, de São Gonçalo, na AABB-Lagoa. A competição tem turno único – todos jogam contra todos – e a final está marcada para o dia 5 de dezembro.

Unilever: Fernanda Venturini, Valeskinha, Amanda e Régis, Mara e Ana Carolina e a líbero Juju. Técnico: Helio Griner. Entraram depois: Roberta, Ju Nogueira
 
Macaé: Jordane, Neneca, Talita e Michele, Vanessa e Viviane e a líbero Marcinha. Técnico: Jailson Silva, o Chicão. Entrou depois: Leticia Pontes
 

 




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x