Search
Thursday 28 January 2021
  • :
  • :

Cascavel/Caio é o time anfitrião da etapa de abertura do Estadual Adulto

Foto: Divulgação

Depois de fazer quatro bons jogos em casa na segunda etapa do Campeonato Estadual Sub-18, a equipe de vôlei feminino de Cascavel/Caio será a anfitriã na rodada de abertura do Campeonato Estadual Adulto. A primeira etapa acontecerá de maneira simultânea nas cidades de Cascavel e Irati, nos dias 09 a 11 de maio, e o ginásio Sérgio Mauro Festugatto será o local dos confrontos do grupo que tem, no naipe feminino, além de Cascavel, as equipes de Toledo e UniBrasil, de Curitiba.

A principal característica do grupo cascavelense treinado pelo técnico Fernando Bonatto é a juventude. No Estadual Adulto, ele terá a mesma base formada para o Estadual Sub-18. Cascavel enfrenta Toledo nesta sexta-feira (09/05), às 19h30, no ginásio Sérgio Mauro Festugatto. A segunda partida está programada para domingo (11/05), contra a UniBrasil, às 11h30.

Apesar de ter um time bastante jovem nas mãos, Bonatto destacou a maturidade de sua equipe nos jogos do Estadual da Juventude, no último final de semana, e querer usar isso como trunfo para melhorar o desempenho de Cascavel na edição do Estadual Adulto de 2013, quando conquistou o terceiro lugar. “Estamos trabalhando com um grupo novo e nossa equipe está em evolução. Mas destaco a maturidade apresentada em quadra nos jogos do Estadual Sub-18”, disse ele.

Reforços

A juventude é a força do time cascavelense, no entanto, terá duas atletas que integram o elenco e serão as responsáveis por dar um toque de experiência à equipe. Uma delas é Simone, atleta de 27 anos e paranaense de Palmitópolis. Simone já tem dez anos de voleibol e, este ano, enfrentou Cascavel como jogadora da AABB, de Brasília, na Superliga Série B. Simone iniciou sua trajetória no esporte em Nova Aurora. Depois foi para Toledo e, na sequência, disputou sua primeira Superliga feminina na temporada de 2004/2005 pelo time de Macaé (RJ). Defendeu também Suzano e São Bernardo (SP), Fluminense (RJ), Banespa, Vôlei Futuro, São Caetano e Barueri (SP) e Rio do Sul (SC). Nestas equipes, além do Macaé, Simone disputou a Superliga com Suzano, Banespa, Vôlei Futuro e Rio do Sul.

Simone tem ainda uma vasta experiência internacional com passagens pelo Murcia (Espanha), Ribeirense e Trofa (Portugal) e pelo voleibol da Indonésia e da Grécia.

Simone, que atua como ponteira e oposta, se define com uma jogadora aguerrida em quadra.

A outra jogadora que reforça o time adulto de Cascavel é a paulistas NathalyaLaryssa, de 19 anos. A ponteira iniciou a carreira há sete anos no Corinthians, depois defendeu o Pinheiros, a equipe de São José do Rio Preto e Santos. Segundo ela, suas virtudes em quadra são o passe e a recepção, além do estilo aguerrido. “Vejo como uma nova oportunidade de jogar em Cascavel. Nunca tinha jogado no Estado do Paraná, mas sei que é um estado que revela muitos atletas para o vôlei”, disse ela.

Nathalya acompanhou os jogos de suas colegas no Estadual Sub-18 e gostou do que viu. “É uma equipe muito boa, muito alta e muito técnica”, definiu ela. 




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x