Search
Thursday 6 August 2020
  • :
  • :

Circuito Brasileiro: Alison/Álvaro Filho e André/George decidem o título em Cuiabá

Alison em destaque. (Foto: William Lucas/Inovafoto/CBV)

A decisão do título do torneio masculino do Open de Cuiabá (MT) será entre Alison/Álvaro Filho (ES/PB) e  André/George (ES/PB). A definição dos finalistas da segunda parada do Circuito Brasileiro de vôlei de praia 2019/2020 aconteceu no início da noite deste sábado (26.10), na arena montada no estacionamento do ginásio Aecim Tocantins. O forte calor e as pancadas de chuva, típicos desta época na capital mato-grossense não diminuíram a intensidade das partidas.

As finais acontecem na manhã deste domingo (27.10), às 10h30 de Brasília, com transmissão ao vivo do SporTV 2. A arena em Cuiabá tem entrada franca ao público.

André e George se classificaram para a terceira final consecutiva em competições nacionais. A dupla venceu a primeira etapa da temporada, em Vila Velha (ES) no mês passado, e, em agosto, ficou com o ouro do Superpraia 2019, realizado em Brasília (DF). Para alcançar mais uma final o capixaba e o paraibano superaram Pedro Solberg/Oscar (RJ) por 2 sets a 1 (17/21, 21/19 e 16/14).

“Estamos muito felizes, pois ir bem no Circuito Brasileiro foi uma meta que colocamos para nosso time. Viemos do Circuito Mundial, fizemos uma boa campanha, com pódios, apesar de pouco tempo de treino, então retornamos ao Brasil com o objetivo de mantermos uma regularidade no nosso circuito nacional. Sabemos que temos condições para isso. Nossa terceira final seguida, estamos felizes por estar conseguindo cumprir isso”, comemorou André, que ainda analisou o jogo semifinal.

“Eles abriram três pontos no tie-break, mas George e eu nos conhecemos. Sabemos que já superamos jogos muito mais ‘perdidos’, com placar muito mais adverso. Temos um poder de recuperação e confiamos muito um no outro. Até o final podemos buscar o jogo e é isso que tem acontecido em muitas partidas”, completou.

Anunciados recentemente como uma das duplas brasileiras no torneio de vôlei de praia nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020, Alison e Álvaro vêm de uma temporada longa e enfrentaram dificuldades na fase de grupos. Na semifinal eles venceram a parceria formada por um dos principais nomes da história da modalidade, o baiano Ricardo, que hoje joga com o paraibano Vítor Felipe, por 2 sets a 0 (21/17 e 21/17).

“Estamos aproveitando ao máximo, sempre que entramos em uma etapa, vamos com toda vontade do mundo, para ganhar. Temos pouco tempo juntos, então queremos passar por várias lições. Em Vila Velha começamos bem e caímos, aqui vencemos a primeira partida e tivemos um tropeço, então tudo isso vai ensinando. Estamos escrevendo nossa história. Faz parte passar por jogos com calor, com vento, dificuldade. Nessa partida estávamos perdendo por 12 a 7 no primeiro set e viramos o placar. O importante é sentir que estamos trabalhando muito e que a evolução virá”, avaliou Alison.

Álvaro Filho, que já fez parceria tanto com Vítor Felipe como com Ricardo – foram campeões brasileiros na última temporada – destacou a qualidade dos adversários.

“Eles começaram sacando em mim, me marcando muito bem. Mas fomos achando soluções durante a partida. Alison deu toques sobre o posicionamento, o Leandro (Brachola, treinador da dupla) também me ajudou muito. Pediam para eu ajustar algumas coisas no posicionamento e com isso fomos saindo do quebra cabeça. São dois adversários que me conhecem muito, por quem tenho um respeito enorme. Ricardo praticamente me ensinou a jogar, e atuei ao lado do Vitor por sete anos”, disse Álvaro.

O Circuito Brasileiro 19/20 conta com sete etapas, três realizadas no segundo semestre deste ano, e quatro que acontecem no primeiro semestre de 2020. A estreia do tour aconteceu em Vila Velha (ES), em setembro, com ouro para Ágatha/Duda (PR/SE) e André Stein/George (ES/PB). Após Cuiabá, o torneio segue para Ribeirão Preto (SP), em novembro. Já as etapas de 2020 passarão por João Pessoa (PB), Maceió (AL), Aracaju (SE) e Rio de Janeiro (RJ).

Além das duplas campeãs de cada etapa, também existem os campeões gerais da temporada, somando a pontuação obtida nos sete eventos. Cada etapa do Circuito Brasileiro distribui R$ 46 mil às duplas campeãs dos dois naipes, e todos os times na fase de grupos são premiados. Ao todo, são distribuídos mais de R$ 500 mil por etapa.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x