Search
Wednesday 1 April 2020
  • :
  • :

Circuito Brasileiro: Aracajú recebe penúltima etapa da temporada

Ana Patrícia (esq) e Rebecca buscam o topo do raking. (Foto: Wander Roberto/Inovafoto/CBV)

A penúltima etapa da temporada 2019/2020 do Circuito Brasileiro de vôlei de praia começa nesta semana, em Aracaju (SE), na Praia de Atalaia. E o torneio pode praticamente definir os campeões gerais do tour. Além dos vencedores de cada uma das sete paradas, existem os campeões no somatório dos pontos de todos os eventos, e a disputa já ficou afunilada. Assim, os pontos em Sergipe podem ser fundamentais para levantar o troféu.

Os jogos contam com entrada franca e acontecem na arena montada na Praia de Atalaia, altura da Passarela do Caranguejo. As partidas a partir da fase de grupos terão transmissão ao vivo pelo site voleidepraiatv.cbv.com.br e Facebook da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV). Duas semifinais, no sábado (07.03) e as disputas de ouro masculina e feminina, no domingo (08.03), contam com transmissão exclusiva pelos canais SporTV.

No naipe masculino, a liderança do ranking geral é de André Stein e George (ES/PB), que somam 1.720 pontos nos cinco eventos, seguidos por Ricardo e Vitor Felipe (BA/PB), que somam 1.440. Levando em consideração o descarte do pior resultado, previsto no regulamento para definir os campeões, a diferença fica mentor: 1.480 para André/George contra 1.280 de Ricardo/Vitor Felipe.

George comentou a disputa do título geral e destacou que o time pensa sempre no próximo torneio, evitando desviar a atenção.

“Começamos a temporada com foco no título brasileiro, sabemos que nossa dupla tem possibilidade, potencial, mas sempre focados em cada jogo, cada torneio. É importante dar um passo de cada vez. Tivemos uma boa regularidade, fomos ao pódio em quatro das cinco etapas. Mas sabemos que temos que fazer novamente um bom trabalho e o título geral da temporada será consequência”, destacou o paraibano.

No naipe feminino, a liderança do ranking é de Tainá/Victoria (SE/MS), com 1.480 pontos. Ana Patrícia e Rebecca (MG/CE) aparecem em segundo, com 1.440. Ao levar em conta o descarte do pior resultado, porém, Ana e Rebecca aparecem em primeiro, com os mesmos 1.440 pontos (não disputaram uma das etapas), contra 1.240 pontos de Tainá e Victoria.

Os campeões de uma etapa somam 400 pontos no ranking, reduzindo 40 pontos de cada posição abaixo na tabela de classificação. A prata, por exemplo, rende 360 pontos, o bronze, 320, a quarta colocação, 280, assim por diante. Os campeões da temporada passada foram Ricardo e Álvaro Filho (BA/PB) e Fernanda Berti/Bárbara Seixas (RJ), formações que já não permanecem mais juntas.

O Circuito Brasileiro conta com 24 duplas em cada gênero, sendo que as 16 equipes mais bem colocadas no ranking de entradas já entram direto na fase de grupos, a partir de sexta-feira. As outras oito vagas restantes para completar os 24 times ficam abertas para serem disputadas entre até 32 duplas no torneio qualificatório (qualifying), que acontece na quinta.

As 24 equipes classificadas são divididas em seis grupos de quatro e jogam entre si, com os dois melhores times de cada grupo e os quatro melhores terceiros colocados avançando às oitavas de final. A competição segue no formato eliminatório tradicional, com quartas de final, semifinais e disputas de bronze e ouro.

Os 16 times já garantidos no naipe masculino pelo ranking de entradas são André/George (ES/PB), Ricardo/Vitor Felipe (BA/PB), Arthur Silva/Adrielson (MS/PR), Pedro Solberg/Guto (RJ), Thiago/Oscar (SC/RJ), Maia/Eduardo Davi (RJ/PR), Hevaldo/Vinícius (CE/ES), Fernandão/Harley (ES/DF), Jô/Bruno de Paula (PB/AM), Luciano/Léo Vieira (ES/DF), Lipe/Rafa (CE/PR), Ramon Gomes/Bernardo Lima (RJ/CE), Anderson Melo/Averaldo (RJ/TO), Marcus/Felipe Cavazin (RJ/PR), Allison Francioni/Fábio (SC/CE) e Adelmo/Moisés (BA).

Já pelo torneio feminino, as 16 equipes que entram direto na fase de grupos, pela posição no ranking de entradas são Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE), Ágatha/Duda (PR/SE), Fernanda Berti/Taiana (RJ/CE), Talita/Carol Solberg (AL/RJ), Tainá/Victoria (SE/MS), Bárbara Seixas/Carol Horta (RJ/CE), Ângela/Juliana Simões (DF/PR), Josi/Juliana (SC/CE), Andressa/Vitoria (PB/RJ), Val/Aline Lebioda (RJ/SC), Andrezza/Neide (AM/AL), Vivian/Jéssica (PA), Elize Maia/Thamela (ES), Érica Freitas/Thati (MG/PB), Solange/Teresa (DF/CE) e Mari/Paula Pequeno (SP).

A abertura da temporada 19/20 aconteceu em Vila Velha (ES), em setembro, com ouro para Ágatha/Duda (PR/SE) e André Stein/George (ES/PB). Em Cuiabá, no mês de outubro, os títulos ficaram com Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE) e Alison/Álvaro Filho (ES/PB).

Ribeirão Preto (SP) sediou a etapa de novembro, com ouro para Talita/Taiana (AL/CE) e Evandro/Bruno Schmidt (RJ/DF). A parada de João Pessoa (PB), em janeiro, contou com títulos para Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE) e André Stein/George (ES/PB). Em Maceió (AL), ouro para Ágatha/Duda (PR/SE) e Evandro/Bruno Schmidt (RJ/DF).

Além das duplas campeãs de cada etapa, também existem os campeões gerais da temporada, somando a pontuação obtida nos sete eventos. Cada etapa do Circuito Brasileiro distribui R$ 46 mil às duplas campeãs dos dois naipes, e todos os times na fase de grupos são premiados. Ao todo, são distribuídos mais de R$ 500 mil por etapa.




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »