Search
Wednesday 28 July 2021
  • :
  • :

Circuito Mundial: duplas brasileiras garantem vaga no torneio principal

Tainá e Victoria avançaram no qualificatório. (Foto: Divulgação/FIVB)

Duas duplas do Brasil garantiram vaga no torneio principal da etapa de Sochi do Circuito Mundial de Vôlei de Praia. Nesta quarta-feira (26.05), Tainá/Victoria e Guto/Arthur venceram e estarão em quadra novamente nesta quinta (27.05), assim como os outros times brasileiros que estão na competição: André/George, Alison/Álvaro, Ágatha/Duda, Bárbara/Carol e Talita/Taiana.

No dia de hoje, Tainá e Victoria venceram Vitkauskaite e Virbickaite, da Lituânia, no primeiro duelo do dia por 2 a 0, com parciais de 21/14m e 21/16. No segundo jogo da quarta-feira, as brasileiras levaram a melhor novamente, desta vez sobre Strauss N. e Strauss T., da Áustria, por 21/16 e 21/14. Os dois resultados positivos garantiram Tainá e Victoria na próxima fase.

“O jogo foi muito bom. Conseguimos manter um ritmo desde o começo. Entramos muito focadas nessa vaga no torneio principal e agora temos as melhores expectativas para a próxima fase. Ainda estamos começando a rodar o Circuito Mundial, então estamos querendo evoluir, pegar mais experiência, e este torneio servirá a este propósito”, disse Victoria.

Guto e Arthur jogaram contra os donos da casa e derrotaram os russos Bakhnar e Samoday por 2 sets a 0 (21/16 e 21/14), e também asseguraram a classificação. Após a partida, Guto comemorou o resultado.

“Estamos muito felizes por passar do qualifying. Não jogamos a primeira rodada pelo nosso ranking, e isso tem alguns perigos, pois o outro time já vem quente, já rodado. Nós também não tínhamos muitas informações sobre o time, que não roda muito o Circuito Mundial. Soubemos enfrentar todas as dificuldades, e conseguimos sair bem. Colocamos tudo que nos propomos a fazer no jogo. Agora é focar na chave principal”, disse Guto.

Outro time brasileiro também entrou em quadra hoje, mas Renato/Vitor Felipe não conseguiu a vitória. A dupla acabou superada por Kuvichka e Kislytsyn, da Rússia, em um jogo bastante disputado: 1 a 2 (21/16, 19/21 e 16/18).




Translate »