Search
Saturday 26 September 2020
  • :
  • :

Circuito Mundial: Ricardo e Emanuel vencem poloneses e estão na final do Grand Slam de Barueri

Créditos: Divulgação

Três torneios e três finais. O recomeço da dupla de ouro do vôlei de praia brasileiro tem sido arrasador. Ricardo e Emanuel venceram os poloneses Losiak e Kantor na tarde deste sábado (27.09) e estão na final do Grand Slam de Barueri (SP). É justamente a primeira etapa internacional da dupla desde a retomada da parceria, no mês passado. A decisão ocorre neste domingo, às 9h45, com transmissão ao vivo da TV Globo.

Ricardo e Emanuel enfrentarão os holandeses Varenhorst/Nummerdor na final da competição, que acontece no estacionamento do ginásio José Corrêa. Os brasileiros foram campeões da etapa de Vitória (ES), e vice-campeões da etapa de Niterói (RJ) do Circuito Banco do Brasil. A terceira decisão pode render o 64º título da parceria.

O primeiro set começou bastante equilibrado, com os poloneses errando um pouco menos que o time brasileiro e abrindo vantagem de quatro pontos. Losiak e Kantor mantiveram a virada de bola até chegarem ao set point. Na hora da decisão, porém, Emanuel e Ricardo cresceram. Eles salvaram duas vezes o set point e viraram o placar, fechando em 28 a 26 após Ricardo realizar dois bloqueios no mesmo lance.

A dupla brasileira começou melhor na segunda etapa, trabalhando os ataques com maior precisão, abrindo 10 a 8. Em diagonal curta, Emanuel fez 16 a 13 e ampliou ainda mais a vantagem. No ponto seguinte, o próprio Emanuel deu linda largada e ampliou para 17 a 13. Os poloneses tinham dificuldade com o passe e ficaram em situação difícil no segundo set. Um bloqueio de Ricardo e um saque para fora do time polonês fecharam o set e o jogo em 21/17.

Após a vitória, Ricardo comentou a importância do trabalho da técnica Letícia Pessoa e o recomeço com três finais em três torneios disputados.

“A gente está bem motivado com a nova parceria, os resultados fazem com que a gente aumente cada vez mais o nível de confiança. Esperamos poder reestrar em torneios internacionais com um título. Esse recomeço tem sido muito saboroso. Além disso, a Letícia Pessoa e toda nossa comissão técnica têm dado apoio total, incentivando, ajudando na parte psicológica, na parte física. Estamos felizes demais”, disse Ricardo.

“Estava esperando um jogo duro, mas queria que fosse mais tranquilo para minha família e amigos que estavam assistindo. Mas no final acho que a experiência ajudou bastante, deu certo. O fato de termos jogado juntos antes ajuda quando você está atrás no placar, tem que acreditar na parceria, no time, e nós acreditamos demais”, destacou Emanuel.

Na outra semifinal, os holandeses Varenhorst e Nummerdor derrotaram os canadenses Binstock e Schachter por 2 sets a 0 (23/21, 21/13), em 37 minutos de partida. A decisão já representa o melhor resultado da dupla, que nunca tinha subido ao pódio em um Grand Slam de Circuito Mundial. Os canadenses, que também nunca tinham avançado das oitavas de final, disputam o bronze com os poloneses Losiak e Kantor.

Cada Grand Slam dá ao time campeão 800 pontos no ranking geral, contra 500 pontos para os vencedores de um Open, além de um prêmio de 57 mil dólares. Após o Grand Slam realizado em Barueri (SP), o Circuito Mundial terá outras cinco etapas do Open: China, Argentina, Qatar (apenas torneio masculino), Índia e África do Sul.



Circuito Mundial: Ricardo e Emanuel vencem poloneses e estão na final do Grand Slam de Barueri

Créditos: Divulgação

Três torneios e três finais. O recomeço da dupla de ouro do vôlei de praia brasileiro tem sido arrasador. Ricardo e Emanuel venceram os poloneses Losiak e Kantor na tarde deste sábado (27.09) e estão na final do Grand Slam de Barueri (SP). É justamente a primeira etapa internacional da dupla desde a retomada da parceria, no mês passado. A decisão ocorre neste domingo, às 9h45, com transmissão ao vivo da TV Globo.

Ricardo e Emanuel enfrentarão os holandeses Varenhorst/Nummerdor na final da competição, que acontece no estacionamento do ginásio José Corrêa. Os brasileiros foram campeões da etapa de Vitória (ES), e vice-campeões da etapa de Niterói (RJ) do Circuito Banco do Brasil. A terceira decisão pode render o 64º título da parceria.

O primeiro set começou bastante equilibrado, com os poloneses errando um pouco menos que o time brasileiro e abrindo vantagem de quatro pontos. Losiak e Kantor mantiveram a virada de bola até chegarem ao set point. Na hora da decisão, porém, Emanuel e Ricardo cresceram. Eles salvaram duas vezes o set point e viraram o placar, fechando em 28 a 26 após Ricardo realizar dois bloqueios no mesmo lance.

A dupla brasileira começou melhor na segunda etapa, trabalhando os ataques com maior precisão, abrindo 10 a 8. Em diagonal curta, Emanuel fez 16 a 13 e ampliou ainda mais a vantagem. No ponto seguinte, o próprio Emanuel deu linda largada e ampliou para 17 a 13. Os poloneses tinham dificuldade com o passe e ficaram em situação difícil no segundo set. Um bloqueio de Ricardo e um saque para fora do time polonês fecharam o set e o jogo em 21/17.

Após a vitória, Ricardo comentou a importância do trabalho da técnica Letícia Pessoa e o recomeço com três finais em três torneios disputados.

“A gente está bem motivado com a nova parceria, os resultados fazem com que a gente aumente cada vez mais o nível de confiança. Esperamos poder reestrar em torneios internacionais com um título. Esse recomeço tem sido muito saboroso. Além disso, a Letícia Pessoa e toda nossa comissão técnica têm dado apoio total, incentivando, ajudando na parte psicológica, na parte física. Estamos felizes demais”, disse Ricardo.

“Estava esperando um jogo duro, mas queria que fosse mais tranquilo para minha família e amigos que estavam assistindo. Mas no final acho que a experiência ajudou bastante, deu certo. O fato de termos jogado juntos antes ajuda quando você está atrás no placar, tem que acreditar na parceria, no time, e nós acreditamos demais”, destacou Emanuel.

Na outra semifinal, os holandeses Varenhorst e Nummerdor derrotaram os canadenses Binstock e Schachter por 2 sets a 0 (23/21, 21/13), em 37 minutos de partida. A decisão já representa o melhor resultado da dupla, que nunca tinha subido ao pódio em um Grand Slam de Circuito Mundial. Os canadenses, que também nunca tinham avançado das oitavas de final, disputam o bronze com os poloneses Losiak e Kantor.

Cada Grand Slam dá ao time campeão 800 pontos no ranking geral, contra 500 pontos para os vencedores de um Open, além de um prêmio de 57 mil dólares. Após o Grand Slam realizado em Barueri (SP), o Circuito Mundial terá outras cinco etapas do Open: China, Argentina, Qatar (apenas torneio masculino), Índia e África do Sul.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x