Search
Monday 30 November 2020
  • :
  • :

Clássico em Campinas marca confronto entre maiores pontuadoras da Superliga

Foto: Felipe Christ/Vôlei Amil

Para ser considerada um clássico, independentemente do esporte, uma partida precisa reunir alguns fatores relevantes, como duas equipes de elevado nível técnico, atletas de alto rendimento e, por fim, uma certa dose de rivalidade. Esses elementos estão inseridos no duelo entre Vôlei Amil e Pinheiros. A partida desta sexta-feira (31/01), às 21h30, na Arena Amil, em Campinas, coloca frente a frente o vice-líder da Superliga e um time que costuma ser uma pedra no tênis dos favoritos ao título. De um lado da quadra, atletas consagradas como Walewska, Natália, Kristin e Tandara, maior pontuadora da Superliga. Do outro, jovens valores como Ellen, Macris, Leia e Samara, além de Andréia, segunda atacante mais efetiva do campeonato.

A rivalidade entre Vôlei Amil e Pinheiros fica por conta dos últimos jogos sempre equilibrados que as duas equipes têm protagonizado. No saldo da temporada 2013/14, o clube da capital paulista leva vantagem por 2 a 1. Venceu no Campeonato Paulista e no primeiro turno da Superliga. Mas as comandadas de Zé Roberto triunfaram no último encontro, na Copa Brasil, em Maringá, onde ganharam por 3 sets a 1, de virada. “O Pinheiros tem um bom time, que joga junto há muito tempo e tem bom entrosamento. Nos cabe fazer a nossa parte, imprimir nosso ritmo e atuar bem taticamente, concentrados do início ao final da partida. A defesa, como sempre, terá papel fundamental, juntamente com o saque”, afirma o técnico tricampeão olímpico.

Após a quarta rodada, o Vôlei Amil abriu mais um ponto de vantagem sobre, a Unilever, e agora três pontos separam o vice-líder do terceiro colocado da Superliga. No embalo de oito vitórias consecutivas, Tandara, Natália e cia. recebem um adversário que vem de derrota. O Pinheiros perdeu para o Sesi por 3 a 1, em casa, e agora ocupa a sétima colocação, com 10 resultados positivos, seis negativos e um jogo a menos em relação aos demais times do campeonato nacional. Para Walewska, a posição na tabela não reflete o perigo do adversário. “É sempre complicado jogar contra elas. Precisaremos sacar muito bem e marcar o ataque delas. E quando nosso bloqueio funcionar, temos que aproveitar os contra-ataques”, resume.

O clássico desta sexta-feira traz ainda um tempero extra. As duas maiores pontuadoras da Superliga farão um duelo à parte. Tandara lidera as estatísticas, com 296 bolas derrubadas nas quadras adversárias após 17 rodadas, enquanto Andreia soma 241. Com 55 pontos de vantagem sobre a ponteira do Pinheiros, a oposta do Vôlei Amil não tem seu reinado ameaçado na partida desta sexta-feira, mas a presença das atletas em quadra é garantia de grandes jogadas e muita potência no ataque. “Mais importante do que os números pessoais, é a atuação da equipe. O que mais interessa é a vitória. As marcas são consequência do trabalho. Tanto eu, quanto a equipe, buscamos diminuir o número de erros e evoluir dentro do vôlei. É isso que queremos para seguir na luta pelo título”, analisa a camisa 16.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x