Search
Tuesday 7 April 2020
  • :
  • :

Com agressividade e concentração, Molico/Osasco enfrenta Brasília para fechar a série‏

Foto: João Pires/FotoJump/Divulgação

Molico/Osasco e Brasília Vôlei se enfrentam nesta quinta-feira, às 18h30, no ginásio Sesi Taguatinga, no Distrito Federal, pela segunda partida da fase quartas de final da Superliga 2013/14. Com 1 a 0 na série, a equipe comandada  pelo técnico Luizomar de Moura precisa de mais uma vitória para se garantir entre os quatro melhores times da competição nacional. Para obter o segundo resultado positivo diante das brasilienses, as jogadoras do Molico apontam a agressividade e a concentração como fatores fundamentais para a classificação.

“Temos que entrar em quadra com muita concentração porque vamos jogar na casa delas. Precisamos atuar com agressividade do começo ao fim, já que jogar no ginásio do adversário é sempre mais difícil. A agressividade será um ponto fundamental nesta partida para evitarmos que elas cresçam no jogo e que a torcida se torne mais uma jogadora para elas. Concentração e agressividade serão fundamentais neste segundo jogo e para conseguirmos mais uma vitória precisaremos melhorar o que fizemos na primeira partida”, declarou a levantadora Fabíola.

Para a líbero Camila Brait, as osasquenses terão que estar psicologicamente preparadas para as adversidades que enfrentarão neste segundo duelo. “Será um jogo mais complicado do que o primeiro. Agora elas contarão com a volta da Paula e terão a torcida como aliada, por isso, teremos que entrar em quadra forte psicologicamente e tentar fazer a nossa parte da melhor forma possível. A torcida do Brasília sempre ajuda bastante o time, portanto, temos que nos impor desde o início para não deixarmos elas gostarem do jogo. Com confiança, principalmente no saque, elas podem nos dificultar bastante. Temos que entrar concentradas e impedir que elas coloquem em prática a estratégia de jogo delas”, disse a defensora.

No primeiro embate entre os times, o Molico venceu em Osasco, no ginásio José Liberatti, por 3 sets a 0, com parciais de 21-12, 21-14 e 21-14. Thaisa, com 12 pontos, foi a maior pontuadora. Esse será o quarto duelo entre as equipes, já que na fase de classificação as osasquenses venceram os dois confrontos. No primeiro turno, em Osasco, a vitória foi por 3 a 0 (23-21, 21-18 e 21-12). No segundo turno, em Brasília, o Molico ganhou por 3 a 1 (21-16, 21-16, 16-21 e 21-16). Com 27 vitórias consecutivas, o Molico/Osasco é o recordista isolado da história da Superliga em resultados positivos seguidos. São 79 pontos ganhos, 81 sets vencidos e 1923 pontos feitos.  




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »