Search
Thursday 22 October 2020
  • :
  • :

Com Florianópolis indefinido, Lages pode representar SC na Superliga

Foto: Begair Godóy/Correio Lageano

Com cinco títulos conquistados na Superliga, quatro com o Cimed e um com a Unisul, Santa Catarina é um dos principais estados no vôlei brasileiro. Após a participação do Super Imperatriz na Superliga e a não renovação do patrocínio, um dos estados com mais títulos na Superliga (ao lado se São Paulo e Minas Gerais) corre o risco de não estar representado na edição 2013/2014.

Nesta quarta-feira (01/05), uma novidade animou os torcedores do estado. Segundo divulgou o jornal Correio Lageano, da cidade de Lages, ocorreu no último dia 30/04 uma reunião entre representantes da cidade e investidores de Florianópolis para discutir a formação de um time na cidade para a disputa da Superliga.

Identificado como Projeto Vôlei, o grupo líderado por André Nascimento, campeão olímpico em Atenas 2004, apresentou a ideia ao prefeito da cidade Elizeu Matos, que gostou do que viu. “O sonho do governador (de Santa Catarina) Raimundo Colombo é dar vida ao ginásio Jones Minosso. Vai ser bom para todo mundo. Mídia nacional, imprensa, o torcedor serrano”, disse o prefeito que deve bancar a modernização do ginásio, bem como a infraestrutura para treinos do futuro time.

A ideia prevê uma parceria com o Inter de Lages, principal clube da cidade, para a criação de uma categoria de base e clínicas do esporte. Paulo Mendes, administrador do grupo, afirmou que a busca por patrocinadores está em curso. O patrocinador máster terá seu nome associado ao time e outros menores poderão explorar banners, placas e espaço menores no uniforme. Sobre o time, a expectativa é contar com 16 jogadores e ser de alto nível. Conforme divulgou a matéria do Correio Lageano, Douglas Chiarotti, ex-Florianópolis, seria o técnico, e Jarbas Soares, ex-Minas, o auxiliar. ““Vamos montar um time de alto nível para no primeiro ano chegar nas finais”, disse Mendes.

Possível jogador do time, André Nascimento comentou sobre o projeto, que já especula nomes como Ricardinho e Rodrigão. “Lages vai virar uma vitrine. As crianças vão participar do projeto. Teremos um time forte junto com um projeto social. Nunca imaginei voltar à cidade nesta nova condição”, disse ele, que atuou em Lages, pela seleção brasileira, em 2005, no Sul-Americano. 




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x