Search
Sunday 29 November 2020
  • :
  • :

Com muita pressão, Unilever vence Brasília e terceira levantadora do time leva Viva Vôlei

Foto: Alexandre Arruda/CBV

Em seu segundo jogo no Ginásio Nilson Nélson, o Brasília Vôlei perdeu novamente, em um jogo disputadíssimo contra a Unilever, por 3 a 1, parciais de 21-18, 19-21, 21-18 e 21-18.

Mais uma vez, a Unilever foi para o jogo sem contar com a levantadora Fofão, que ainda se recupera de contusão. E no final das contas, uma das suas substitutas foi o destaque do jogo.

A partida começou com um ace de Camila Adão em saque contra a Sérvia Mihajlovic. Em penúltimo na recepção, o fundamento que é uma das dificuldades da Unilever no campeonato, se tornou uma das chaves do jogo para os dois times.

Com algumas recepções boas e outras ruins, os dois times se mantiveram próximos no placar, com vantagem par as cariocas no primeiro tempo técnico. Enquanto a Unilever seguia com dificuldades na recepção, com erros inclusive da líbero Fabi, o Brasília encontrava mais facilidade nos contra-ataques e com menos responsabilidade, forçava demais o saque, tanto que foram 3 aces no primeiro set.

Apesar dessas situações, quem chegou primeiro para fechar o set foi a Unilever e isso graças ao aproveitamento de ataque das centrais Carol e Juciely e aos sete erros do Brasília contra quatro. Com uma diagonal de Mihajlovic, as cariocas venceram o primeiro set por 21-18.

O jogo continuou com o placar equilibrado no segundo set. A diferença foi o fato do bloqueio da Unilever começar a encaixar algumas bolas e parar Elisângela e Paula. Quem não estava numa boa partida era Gabi, que pouco pontuava e participava do jogo.

Na reta final, acabou funcionando o bloqueio do Brasília, que com dois tocos abriu a vantagem necessária e com um erro de saque de Mihajlovic, e devolveu o 21-18 do primeiro set.

No terceiro set, o Brasília começou um pouco melhor e ainda se aproveitando da péssima recepção carioca foi abrindo no placar. Elisângela era outra que se destacava, rodando todas as bolas e se tornando a maior pontuadora da partida.

Brasília abriu cinco pontos e teve 17-12 no placar. Porém, numa sequencia iniciada com a entrada da levantadora reserva Fran, a Unilever reagiu. Gabi entrou de vez no jogo, com quatro pontos de ataque e com três pontos seguidos de bloqueio em cima de Dani Scott, fechar o set em 21-18.

Com queda de produção no seu jogo, o Brasília Vôlei viu a Unilever abrir 7-4 no quarto set, obrigando o técnico Sérgio Negrão a cobrar reação do time no primeiro tempo técnico.

A Unilever manteve a frente do placar, com rápidos momentos de reação do Brasília Vôlei, mas nada que abalasse a confiança da equipe de Bernardinho. Com muita calma, Bernardinho procurou mexer na hora certa, parar no momento necessário, justamente para manter a vantagem. Mas, no 17º ponto, Brasília empatou após uma sequencia de quatro seguidos, aí sim, preocupando o treinador carioca.

Na reta final, Carol decidiu o jogo, com dois bloqueios e fechando o set em 21-18. Após a partida, a jogadora mostrou todo o desgaste emocional do encontro indo as lágrimas no banco.E para surpresa de todos, a levantadora Fran recebeu o Viva Vôlei, o primeiro de sua carreira.

Tímida, Fran falou um pouco sobre a felicidade em ser a melhor do jogo pela primeira vez. “Estou feliz não só pelo troféu, mas também pela superação da equipe. Sabíamos que seria um jogo difícil, mas temos que melhorar e ajudar a equipe. Fico feliz em poder ajudar a equipe com meus saques no jogo”.

Já Elisângela, se mostrou satisfeita com o trabalho do Brasília. “Foram nos detalhes. Apesar da derrota o time evoluiu. Poder jogar bem contra um time treinado pelo Bernardo é realmente para se sair satisfeito. Agora é trabalhar, pensar nos playoffs, pois lá será outro campeonato”, disse a maior pontuadora do jogo, com 25 acertos.

Com o resultado, a Unilever mantém a terceira posição com vantagem de nove pontos para o Sesi e na cola do vice-líder Vôlei Amil. Na volta do carnaval, dia 07/03, faz o confronto direto contra o time de Campinas, em SP.

Já o Brasília, segue no bolo que briga pela classificação entre quinto e oitavo. Com 35 pontos, o time mantém o sétimo lugar e viaja depois do carnaval para enfrentar o Sesi em SP.

 




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x