Search
Tuesday 1 December 2020
  • :
  • :

Com outra vitória sobre líder e com confusão no jogo, Vivo Minas espanta a crise

Foto: Skylo Reis/Melhor do Vôlei

Após três derrotas seguidas, o Vivo/Minas mostra poder de reação e alcança a segunda vitória, sendo ambas sobre os dois líderes da tabela. Depois de vencer o Sesi, o Sada Cruzeiro foi a vitima, perdendo por 3 a 2, parciais de 16-21, 21-18, 11-21, 21-17 e 15-13.

O que marcou a partida foi a grande confusão no final do segundo set. Após fazer um ponto, o cubano Leal, do Sada Cruzeiro, comemorou de frente para os rivais, gerando revolta dos jogadores do Minas. Ao tirar satisfação na rede, Henrique foi empurrado pelo cubano. Jediel de Carvalho, árbitro do jogo, deu cartão vermelho ao atleta do Minas e desqualificou o cubano da partida. Em seguida, foi a vez dos técnicos Ricardo Picinin e Marcelo Mendez discutirem e receberem o vermelho.

Após tentar ficar no banco, o que não é permitido, Leal saiu de quadra fazendo gestos obscenos para a torcida do Minas. Sua esposa, que estava nas arquibancadas, acabou sendo hostilizada e discutiu com alguns torcedores.

Após a confusão encerrada, o Minas sofreu no terceiro set e foi presa fácil do Cruzeiro, com Wallace (maior pontuador do jogo com 19 acertos) chamando a responsabilidade do ataque. Já a partir do quarto, Marcelinho comandou o jogo, fazendo por merecer o Viva Vôlei, e levando seu time a vitória.

Perguntado ao final do jogo, se após três derrotas, que culminaram com a demissão do técnico, as duas vitórias foram coincidência ou tinham um dedo do novo técnico, Marcelinho fez questão de esclarecer a situação das últimas semanas.

“Vamos deixar bem claro. O Horácio é um excelente treinador, mas ele estava com alguns problemas que eu não posso falar e teve que voltar para a Argentina. A culpa não é dele, é toda dos jogadores. Os resultados desses jogos é mérito do trabalho que fez o Horácio e claro também tem o mérito do Picinin, um dos melhores técnicos da nova geração. Se a gente conseguir algo, já que o nosso objetivo é ser campeão, os méritos serão do Horácio também. Só temos que agradecer a ele”, disse o levantador do Minas.

Marcelo Mendez, do Cruzeiro, perguntado se a confusão do segundo set desestabilizou o time, foi curto na resposta. “Não desestabilizou. Isso é sinal que jogaram melhor do que nós e venceram a partida”.

Com o resultado, o Minas chega aos 34 pontos, ultrapassa momentaneamente o Brasil Kirin, que joga na quarta, e agora pega o RJ Vôlei fora para vencer e ir embalado para o Sul-Americano. Já o Cruzeiro, segue com a liderança, com 52 pontos, e a coloca em xeque sábado, em casa, contra o Sesi-SP.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x