Search
Friday 4 December 2020
  • :
  • :

Com recuperação mais rápida que o previsto, Murilo volta ao time do Sesi-SP neste sábado, contra o Moda Maringá

Foto: Divulgação/Sesi-SP

De 30 de março a 30 de novembro: 245 dias sem jogar uma partida valendo três pontos. Neste sábado, contra o Moda Maringá, pela Superliga, às 19h30, na cidade paranaense, Murilo Endres finalmente dará fim a este período fora do time do Sesi-SP. Sua participação na partida ainda depende do treinador Marcos Pacheco, mas ele já está garantido entre os 12. E o jogador, que nunca ficou tanto tempo fora de uma equipe, está ansioso para entrar em quadra.

“Nunca fiquei tanto tempo afastado. Tive poucas lesões na minha carreira. Torci o joelho, em 2001, tive uma lesão na panturilha, e agora essa do ombro. Mas já está acabando. Estou ansioso para jogar, treinando muito e bem motivado para ajudar a equipe”, declarou o camisa 8, que admitiu um certo receio sobre como se comportará o seu ombro.

“Tenho um pouco de medo mesmo. Não consigo fazer um ataque a 100% e não sei quando será que vai acontecer. Pode ser naturalmente no meio de um jogo, eu simplesmente faço o movimento e o ombro responde. Como será? Não sei. Hoje eu tenho um pouco de receio sim, estou me virando bem, mas só com tempo para saber como vai ser”.

A última partida de Murilo pelo Sesi-SP foi na derrota para o Cruzeiro pela semifinal da Superliga 2012/13, na Vila Leopoldina. Desde então, o ponta operou o ombro direito, foi procurado por outros times, mas renovou com o Sesi-SP, anunciou a tão esperada paternidade e treinou com muita dedicação para voltar. Seu prazo era janeiro. Voltou antes de dezembro. Agora, ele encontrará uma equipe campeã paulista, que perdeu apenas um jogo em toda a temporada. Segundo Murilo, isso só facilita as coisas para os dois lados, pois ele entra para ajudar e acredita que a equipe não dependerá tanto dele.

“A equipe está bem redonda, vimos nas finais que o time se impôs bastante, está todo mundo bem fisicamente. Não quero que minha volta vire um peso, que o time jogue em função do Murilo, nada disso. Só iria atrapalhar. Vou voltar para ajudar a melhorar o que já está muito bom. O que eu mais quero é voltar a ser aquele jogador de alguns anos atrás e o pessoal vai me ajudar a conquistar esse espaço”, afirmou o jogador, que não sabe como será marcar um ponto depois de tanto tempo.

“Não sei como vai ser. Posso nem fazer nada, como posso comemorar bastante. O que eu quero é voltar bem e depois comemorar com o time um da vitória”.

Quem comemorou, mas com ressalvas, a volta do craque foi Marcos Pacheco. Para o treinador, Murilo ainda deverá levar um tempo para para atingir sua melhor forma, mas a sua recuperação e o ritmo dos treinos na Vila Leopoldina foram sinais de que podemos esperar ótimos dias.

“Tem que entender a etapa da recuperação dele. Está voltando muito bem, mas temos que construir a volta do fundo para a rede. Murilo tem uma recepção muito boa, muito talento e aos poucos vai voltar a ser um jogador importante no ataque. Ele bloqueia muito bem, mas no ataque teremos que dar tempo ao tempo e ter muita paciência. Hoje seu único limitador é força, do fundo para o ataque. Mas seus treinos foram espetaculares e sua recuperação motiva o time inteiro”, disse Pacheco.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x