Search
Sunday 25 October 2020
  • :
  • :

Com rivalidade entre Brasil e Argentina, Sul-Americano masculino começa nesta quarta-feira

Foto: Skylo Vôlei e Liga Aclav

RJX e Minas (esquerda) e UPCN e BAU (direita) são os candidatos ao título

Após a conquista da Unilever no Peru, as atenções do vôlei sul-americano se voltam a partir desta quarta-feira (08/05) para a capital de Minas Gerais, Belo Horizonte, que receberá o campeonato sul-americano de clubes masculino.

Classificatório para o Mundial, o torneio, diferente do que foi visto no Peru, contará com um equilíbrio maior e aponta quatro equipes como candidatas ao título. Se entre as mulheres, a Unilever não teve concorrentes à altura, no masculino a briga promete ser intensa entre os dois representantes brasileiros e os dois argentinos.

Anfitrião, o Minas Tenis Clube aposta na manutenção de sua base e na experiência do levantador Marcelinho para fazer valer o mando de quadra. Para o time mineiro, quarto colocado na Superliga 2012/2013, este pode ser o último torneio com a presença do ponta Lucarelli, que negocia com outras equipes e pode deixar o clube que o revelou. O jogador, que está convocado pela seleção brasileira, foi liberado junto com Lucas Lóh e Otávio para participarem do torneio.

Atual campeão da Superliga e contando com a base da seleção brasileira, o RJX é o maior favorito entre os quatro. Mesmo após a conquista inédita, o time não descansou e seguiu treinando forte, pois além da vaga para o Mundial, a conquista pode servir como um trunfo para a manutenção do investimento milionário que o clube faz, e que foi colocado em xeque ao final da temporada.

Já os hermanos chegam ao Brasil mais confiantes do que nunca. Após um período de recesso, a Liga Argentina voltou a chamar as atenções com grandes nomes, como o brasileiro Giba, e mostrou um equilíbrio jamais visto. Finalistas do campeonato, Buenos Aires Unidos e UPCN vem ao país sonhando com o retorno em outubro, para a disputa do mundial.

Argentino, o técnico do Minas Horacio Dileo acredita em uma competição equilibrada e sem favoritos. “Todos são fortes e merecem atenção. O nível da competição é muito alto e esses times só estarão aqui porque são bons. Para chegar ao Sul-americano eles tiveram de conquistar alguma coisa em seu país e, por este motivo, tem força, qualidade e pode surpreender qualquer adversário”.

Dileo aproveitou também e analisou o que cada equipe pode apresentar no torneio, inclusive o seu Minas. “O UPCN é muito bOM, é tricampeão da Liga Argentina e possui excelentes jogadores. A base da equipe trabalha junto há cinco anos e isso é um grande diferencial. A comissão técnica é muito experiente e inteligente, podem fazer a diferença. Já o Club Perless, não conheço bem, não encontramos vídeos para analisá-los e isso pode complicar. A liga peruana não é muito forte, mas com certeza eles têm bons jogadores no elenco e merecem respeito, pois podem surpreender”.

“O RJX não é novidade para ninguém, muito forte, excelentes atletas e comissão técnica experiente, por isso foram campeões do Brasil. O Buenos Aires Unidos é vice-campeão na Argentina e conta com atletas fortíssimos, como o venezuelano Marques e o francês Samica. Tem levantadores experientes e com muito talento. O Vikingos, é excelente. Eles já estão em BH e esperam o atleta Andy Rojas, que conheço bem, foi meu jogador na Argentina e tem uma qualidade incomparável, além do treinador que também tem muita experiência. Por fim, o Carmelo Rowing Club que não conheço e seguramente este é o time menos complicado da competição, mas também merece o seu respeito”.

“Nós estamos bem treinados. Tivemos muita qualidade no trabalho preparatório para esta competição, que acontece em uma época complicada, após uma Superliga muito forte e exaustiva. Tivemos um período de descanso e voltamos com força total. Temos atletas muito comprometidos e de grande qualidade profissional, acredito que estamos no caminho certo e faremos uma boa competição”, finalizou Dileo.

Os jogos do torneio acontecem na Arena Vivo, em Belo Horizonte. Os ingressos na fase classificatória custam R$10,00 (R$5,00 meia-entrada) e podem ser adquiridos no próprio clube. Apenas os jogos finais do Sul-Americano terão transmissão da TV. Confira a seguir a tabela do torneio.

Campeonato Sul-americano de Clubes

Grupo A
Vivo/Minas (Brasil)
UPCN (Argentina)
Club Perless (Peru)

Grupo B
RJX (Brasil)
Clube Buenos Aires Unidos (Argentina)
Vikingos de Miranda (Venezuela)
Carmelo Rowing Club (Uruguai)

Jogos:

Fase classificatória

8/5 (quarta-feira)

15h30 – Club Buenos Aires Unidos x Vikingos de Miranda
18h – RJX x Carmelo Rowing Club
20h30 – Vivo/Minas x Club Perless

9/5 (quinta-feira)

15h30 – Carmelo Rowing Club x Club Buenos Aires Unidos
18h – RJX x Vikingos de Miranda
20h30 – Vivo/Minas x UPCN

10/5 (sexta-feira)

15h30 – Vikingos de Miranda x Carmelo Rowing Club
18h – Club Perless x UPCN
20h30 – RJX x Club Buenos Aires Unidos

11/5 (sábado) – Semifinais

16h –  3ºA x 3ºB (jogo 10) – disputa do 5º lugar
19h TV – 2ºA x 1ºB (jogo 11)
21h45 TV – 1ºA x 2ºB (jogo 12)

12/5 (domingo) Final

16h30 TV – Perdedor do Jogo 11 x Perdedor do Jogo 12 – disputa do 3º lugar
19h30 TV – Ganhador do Jogo 11 x Ganhador do Jogo 12




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x