Search
Thursday 1 October 2020
  • :
  • :

Confirmado! Tifanny vai defender o Vôlei Bauru na Superliga 2017/2018

Primeira atleta transexual a atuar no vôlei feminino após processo de mudança de sexo reforçará equipe bauruense até final da temporada. (Foto: Divulgação)

A ponteira/oposto Tiffany, primeira transexual brasileira a atuar no vôlei feminino após concluir o processo de mudança de sexo, vai reforçar o Vôlei Bauru na Superliga 2017/2018. A atleta chegou ao time bauruense em julho deste ano, após encerrar sua participação na temporada com clube da segunda divisão italiana. Desde então, ela permaneceu treinando regularmente com o elenco.

Inicialmente, as pretensões de Tifanny com o Vôlei Bauru eram apenas as de recondicionar-se fisicamente e, tão logo entrasse em forma, retornar à Europa, onde já atuou por equipes de diversos países. No entanto, a boa receptividade não só do time bauruense, mas também dos torcedores, e o fato de ficar mais perto dos familiares pesaram para a atleta recuar de sua ideia de voltar ao Velho Continente e formalizar contrato até o final da temporada com o Vôlei Bauru.

“O surgimento do Vôlei Bauru em minha vida foi muito legal porque, mesmo na Europa, eu sempre acompanhava os jogos. E, quando recebi o convite para vir para o time me recuperar, fiquei muito feliz e não pensei duas vezes. É um time guerreiro que luta muito e espero que possa ajudar e só somar a esta equipe tão batalhadora. A liga feminina brasileira é uma das mais fortes do mundo e o meu nível não é diferente de nenhuma das meninas e sei que terei muitas dificuldades contra as quais terei de lutar para ajudar a equipe. Estou muito feliz com este acerto, pois, além de voltar a atuar no meu País, ainda vou estar mais perto dos meus familiares”, destaca Tifanny. E acrescenta:

“Minha expectativa é ótima. Já tinha até esquecido como era jogar aqui no Brasil com o calor e a vibração da torcida brasileira. Pude ver isso quando acompanhava o time nos jogos aqui e fora e sempre fui muito bem recebida, até mesmo pelos torcedores de clubes adversários. Estou muito feliz com a forma que fui recebida não só pelo Vôlei Bauru, mas também com os torcedores e estou esperando que consiga desempenhar bom papel.”

Após anos atuando na Europa, Tifanny ressalta que sua maior dificuldade no processo de readaptação foi com o clima brasileiro, bem mais quente em relação aos países europeus. “O processo de recuperação após a cirurgia na mão esquerda e o retorno ao Brasil foi lento, mas foi bom. Tive de me adaptar tanto com a alimentação como com o clima, pois aqui é bem mais quente e eu já estava adaptada ao clima da Europa. O calor realmente está sendo a parte mais difícil, mas temos de nos adaptar né, assim como fazem as estrangeiras que vem atuar aqui no Brasil. Afinal de contas, sou brasileira e joguei durante muitos anos aqui no calor e não é possível que agora não vá conseguir”, enfatiza a atleta, aos risos.

 

Carreira

A goiana Tiffany, atualmente com 33 anos, nasceu Rodrigo Pereira de Abreu e já havia disputado as edições masculinas da Superliga A e B no Brasil e outros campeonatos masculinos nas ligas da Indonésia, Portugal, Espanha, França, Holanda e Bélgica antes de fazer a transição de gênero, concluída quando defendia um clube da segunda divisão belga. E, no início deste ano, recebeu permissão da Federação Internacional de Voleibol (FIVB) para competir em ligas femininas, tendo disputado a temporada pelo Golem Palmi, time da segunda divisão da Velha Bota.

Tifanny depende depende de regularização para estrear. (Foto: Marcelo Ferrazoli/Vôlei Bauru)

Estreia

Apesar de estar participando ativamente dos treinamentos com o Vôlei Bauru, Tifanny ainda não tem data prevista para estreia. Caso os trâmites necessários para sua regularização na Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) sejam concluídos em tempo hábil, a atleta terá condições de ser relacionada para o duelo decisivo contra o São Cristóvão Saúde/São Caetano no próximo domingo, 10, às 13h, no Ginásio Panela de Pressão, confronto cujo vencedor “carimba” a vaga para a Copa do Brasil.

 

Legislação

A Federação Internacional de Voleibol (FIVB) segue os preceitos do Comitê Olímpico Internacional (COI) sobre a legislação envolvendo a participação de atletas transgêneros em competições oficiais. Em 2016, o COI mudou sua resolução permitindo a participação de homens nos eventos da entidade sem nenhuma restrição e as mulheres precisam apenas ter a quantidade de testosterona controlada para poder competir em equipes femininas. Neste caso, elas não podem ter mais de 10 nanomol por litro (unidade de medida que indica a quantidade da substância por litro de sangue) do hormônio no sangue nos 12 meses anteriores à competição. A necessidade de cirurgia de mudança de sexo não é mais necessária.

Seis anos antes, as regras eram mais rígidas, pois, além da necessidade da cirurgia de mudança completa (exigência dispensada a partir de 2016) e da terapia hormonal direcionada a cada sexo, era preciso ter o reconhecimento legal da mudança em seu País de origem, uma dificuldade devido às legislações específicas. As restrições mantinham os transgêneros apenas nas competições específicas, como os Gay Games (o próximo será em 2018, em Paris).

Tifanny explica se enquadrar em ambas as regulamentações e estar apta para atuar em qualquer país do mundo. “A primeira era só para quem tinha feito a cirurgia, que é o meu caso, e a segunda é a que tem de estar com a taxa de testosterona abaixo de 10, que também é o meu caso. Quem não se enquadra, especialmente na taxa de testosterona, é considerado doping e pode ser punido com suspensão de dois anos das competições”, alerta a atleta, para depois concluir:

“Sou tratada como qualquer outra jogadora, inclusive podendo ser submetida aos exames antidoping. São leis internacionais seguidas por todas as equipes do mundo que disputam competições mundiais e olímpicas e, por isso, estou apta a jogar em qualquer país do mundo.”

 

 

Quer aproveitar as promoções da Futfanatics? Corre lá que os preços estão incríveis!




Subscribe
Auto Notificar:
guest
24 Comentários
o mais novo
mais velho mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Oliveira

Bem-vinda Tiffany!

Só queria saber onde está a vantagem, pois Tiffany tem 1,94 nada fora do comum no vôlei atual, tem o alcance de 3,25 no ataque, mais existe jogadora que passa de 3,30 no ataque.

POUPE-NOS.

Reiglison

A vantagem discutida está na quantidade de hormônio masculino que ele/ela recebeu durante toda sua vida até a sua mudança de sexo que faz com que ele/ela tenha uma vantagem física não de altura ou alcance como você propôs mas de força e se uma atleta nascida mulher utilizasse esses hormônios, em quantidades bem menores do que a Tiffany recebeu,para melhorar sua performance seria considerado doping.

pimpom

Alino, Todo mundo já sabe que é voce embusteiro psicopata.

Regilion fala para nós sobre um homossexual que tem pai tecnico e que joga na Europa o que voce Regiolion torcedor do Sesc, que idolatra a familia Rezende acha disso, se ele é viado mesmo ou é só chacota do povo

pimpom

Religiosan você santa que sabe de tudo de moral, bons costumes e talzz de hormonio, sabe mais que o COI, que cientistas, voce que prega que tudo tem de ser HETEROgeneo e talzzzz me fala uma coisa: o que você acha de um capitão da seleção brasileira campeão mundial etc ser GAY ? Conta ai pra nois

BRUNECA

GENTE QUEM É ESSA PESSOA QUE VOCÊS ESTÃO FALANDO? QUANTO MISTÉRIO… É LEVANTADOR ESSE CARA? ACHO QUE ATÉ SEI QUEM É KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Reiglison QUERO SABER SUA OPINIÃO SOBRE HOMOSSEXUAIS NO ESPORTE, O QUE TU ACHA DE UM CAPITÃO DE SELEÇÃO SER HOMOSSEXUAL, PODE OU NAO PODE? VOCÊ QUE ENTENDE DE HORMONIO MAIS QUE A CBV, QUE O COI, QUE A CIÊNCIA, NA TUA OPINIÃO, NÃO PODE TER GAY DE CAPITÃO NA SELEÇÃO ? NEM PODERIA SER TITULAR?
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Ralph

Vergonhoso! Enquanto um homem travestido de mulher está “conquistando espaço”, uma mulher de verdade está perdendo! Se isso realmente acontecer eu paro de acompanhar esse esporte!

CLAUDETE PINTOSA

OLHA O ALINO AI O MESMO GAY LOUCO USA OS NOMES LUIS, MARCELA, ABSURDO, RALPH , NÃO CONTANDO OS QUE O LOUCO QUE PASSA O DIA OFENDENDO JOGADORAS QUE NAO SAO DO RIO AINDA VAI CRIAR. KKKKKKKKKKKKKK ELE ACHA QUE TODO MUNDO AQUI É OTARIO, ELE O ALINO 7 JOINHAS QUER PARECER VÁRIAS PESSOAS FALANDO BOSTA SOBRE ATLETAS DE BEM.

FALA SOBRE A HOMOSSEUALIDADE DO BRUNECA VIADO CONTA AI VOCE QUE É PRESIDENTA DO FA CLUBE DELA

Larissa

Huuummmm conta ai Aline pra gente sobre o Bruninho quero saber, sou fã dele e tenho esse direito

sabine lousseaux

Gente eu li no facebook do grupo de volei que o Bruno namora uma pessoa na italia quem será ? É homem ou mulher? Falaram que é do Modena !!! Gente quem sabe quem é, ele namorou o lucão né gente conta ai, será que é lindo como o Lucas, de boba ela não tem nada né gente só pega os boy magia top

Alysson

Bem-vinda, Tiffany!

Ahaze!

Roberta Close

Viva!

Luis

Não é fato de ter menos testosterona e não tem um pinto entre as pernas que o faz mulher. E a competição é feminina, para mulheres. O fato de alguém querer ser mulher e tirar o pinto não o faz deixar de ser homem! Ou agora ela poderá engravidar, terá TPM e menstruação igual as outras atletas? Sem contar a estrutura óssea masculina que não muda com falta de testosterona , daqui alguns anos alguns países começarão a transformar os homens em mulheres para ter equipes fortes tbm “femininas”. Podem falar o que quiser ela nunca será uma mulher e… Ler mais »

show

Que bicha irritada! Que bicho te mordeu menina? Tanta raiva. Vai tomar água com açúcar pra ver se passa. Toma um gardenal ou vai carpir viado.

crotilde palmerinha

é que a Luis mais conhecida como Alino Lmosquito fedido é um gay velho rancoroso, ele olha a Tifany belissima toda feminina e trabalhada no make e no hormonio, o ódio, rancor e inveja dessa bicha sobe à cabeça . Ele um veado velho feio careca gordo nunca sera bela como Tifany tadinho do Luisa Alino kkkkkkk so resta a esse pederasta rancoroso escrever merda na internet, repare ele passa o dia aqui escrevendo ofensas, aposentado ou vagabundo kakakkakakaka

Alysson

E por que a sua opinião permeada de achismos e preconceitos deveria se sobrepujar ao COI, à legislação e aos pesquisadores do assunto?

Absurdo

Corretíssimo, era homem até ontem, agora as mulheres poderão tomar testosterona e deixar até máximo 10 e mão serão pegas do dopping? Assim como ela faz tratamento para não passar dos 10? Poderão tomar testosterona, implantar um pinto e jogar no meio dos homens? Na verdade, se a pessoa tem o cromossomo Y e testículos ela tem produção de testosterona e conversão de testosterona em um derivado mais ativo. Isso faz com que tenha mais musculatura, maior estatura, mais densidade óssea do que mulheres. Isso faz com que homens e mulheres tenham constituição diferente, o que fica bem mais nítido… Ler mais »

zabele

O Alino 7 joinhas deu 5 likes no post dele para nao dar na cara kkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Vamos retirar os likes desse parasita imundo homofobico racista, cliquem no DISLIKE, o Absurda é o outro nome do viado que nao se aceita Alino, sempre tem um gay que nao se aceita, mais conhecido por ENRUSTIDO 😉

TITANIC 100 ANOS

PANCADEIRAS PELOS SEUS CLUBES: GARAY ( PRAIA), TANDARA ( OSASCO), PENA ( RIO DE JANEIRO), ROSAMARIA ( MINAS) E AGORA TIFFANY (BAURU). SEJA BEM VINDA

Marcela

Pancadeiras e um homem kkkkkk

Hahaha

PipocaMaria acerta uma, erra dez.

Larissa

Rosamaria muito melhor que a Yonkara Anteñña kkkkkkkkk e é brasileira , muito melhor que a Godssyla piti que erra um passe e começa a chorar e gritar com juiz, descontrolada, louca igual o ténico dela.

Olha o que a Rosa jogou no Grand Prix e Montreux, e o que a Pitissylla fez nesses campeonatos, recepção na cabeça do juiz e atacou na rede kkkkkkkk.

Se corta de inveja seu lixo, nunca será linda, poderosa e atacante porradeira como a Rosamaria, seu gay feio velho.
Bjos

Alysson

Pri Daroit está muito mais pancadeira que Rosamaria.

Lembrando a bolada que ela deu na fuça da PP4, nos tempos do Mackenzie.

zabele

Akysana, Marcelo e huhuhu é o mesmo viado que não se aceita o Alino, gay velho feio pegou a tia é revoltado. Esse viado louco passa o dia ofendendo jogadoras que nao sao do Rio. se a Tiffany fosse para o Sesc esse FDP nao escreveria isso. Por ser uma tia (gay velho feio gordo careca que nao pega nada) tem inveja da Tiffany belissima poderosa, esse gay deveria fazer tratamento psicologico para se aceitar assim como a Bruneide modeninha kkkkkkkkkkk

TITANIC 100 ANOS

BEM VINDA À SUPERLIGA TIFFANY

Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x