Search
Thursday 24 September 2020
  • :
  • :

Conheça um pouco da história e força de Nati Martins

(Fotojump / Divulgação)

 

Nati Martins se considera uma guerreira. Quem pode duvidar? A menina que perdeu 70% da capacidade auditiva aos quatro anos de idade, cresceu para se tornar uma atleta de alto nível. Sem medo, concessões ou privilégios em quadra, lutou e venceu.

 

Nati mira para o futuro sem esquecer de valorizar as lutas e conquistas do passado. “Pessoalmente, vejo que cresci e amadureci muito. A temporada com o Vôlei Neslté me trouxe valores pessoais e profissionais. Tive minhas dúvidas e medos, claro, mas graças a Deus, venci”, afirma a central, que completa. “Com tudo isso, para esse novo projeto, tenho certeza que cada uma que está na equipe vai buscar seu melhor, sempre de forma profissional. Vejo a formação de um time muito bacana. Vamos nos unir ainda mais com as meninas que vierem e, juntas, buscaremos nosso objetivo número um, o topo”.

 

Em nome da mãe

O vôlei entrou na vida de Nati aos 11 anos. Mas seu primeiro esporte foi a ginástica olímpica. “Como eu já era alta, a professora de educação física me indicou o vôlei. Comecei e, mesmo com a deficiência, o esporte me deu forças para me superar e vencer. Me considero mesmo uma guerreira. Tenho o problema de audição, mas treino normalmente como todas as outras jogadoras”, afirma a atleta, que agradece a mãe pela criação voltada para a inserção. “A dona Irani não teve medo de me deixar passar pelas situações da vida. Com seis anos já usava o aparelho auditivo e ia sozinha para a escola. Sou grata por ela ter me liberado e estimulado a esse aprendizado”.

 

Acostumada a jogar com aparelho auditivo, a central precisou retirar o equipamento para ter a primeira experiência em competições de surdos, no ano passado. Representou o Brasil nos Jogos Pan-Americanos e levou a Seleção Brasileira à conquista da medalha de prata. A equipe perdeu a decisão para os Estados Unidos, mas, Nati foi eleita a melhor jogadora do campeonato. Agora, após muita luta, a central conseguiu, junto com as companheiras, levantar fundos para disputar a Surdolimpíada, que será disputada na Turquia, de 18 a 30 de julho deste ano.

 

 

Tem cupom de desconto exclusivo pra você na FutFanatics. Use o código: MV10FUT




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x