Search
Tuesday 1 December 2020
  • :
  • :

Copa Brasil começa nesta terça-feira

Após um hiato de seis anos, a Copa Brasil masculina está de volta ao calendário do voleibol brasileiro. Neste ano, a competição terá um atrativo a mais e será classificatória, em sistema de eliminatória simples, para o Campeonato Sul-Americano de Clubes. A medida foi tomada para adequar o calendário brasileiro ao da Federação Internacional de Voleibol (FIVB).

O torneio terá início nesta terça-feira (14/01) com dois duelos das quartas de final. O Vôlei Brasil Kirin (SP) receberá o Vivo/Minas (MG), às 19h, no ginásio do Taquaral, em Campinas (SP). Já o RJ Vôlei duelará com o Kappesberg Canoas (RS), às 21h, no ginásio do Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro (RJ).

As outras duas vagas nas semifinais serão decididas na quarta-feira (15/01). O Sada Cruzeiro (MG) receberá o São Bernardo Vôlei (SP) às 20h, em Contagem (MG), enquanto o Sesi-SP jogará contra o Moda/Maringá (PR), às 19h, em São Paulo (SP).

Estarão em ação na competição, os oito primeiros colocados no primeiro turno da Superliga masculina 13/14. Na primeira rodada, as partidas serão na casa dos times mais bem classificados, nos dias 14 e 15. As semifinais e a grande decisão estão marcadas para 23 e 25, respectivamente, em Maringá (PR).

OS DUELOS

Brasil Kirin Vôlei (4º) x Vivo/Minas (5º)

A partida promete ser uma das mais equilibradas das oitavas de final. Apesar do Vôlei Brasil Kirin ter vencido o Vivo/Minas no primeiro turno da Superliga masculina 13/14 por 3 sets a 0, as equipes têm campanhas semelhantes. O time de Campinas aparece em terceiro lugar na tabela de classificação (11 vitórias e quatro derrotas), enquanto o rival mineiro está em quinto (nove resultados positivos e cinco negativos). O Brasil Kirin conta a seu favor com o fator casa. A equipe campineira está invicta nesta edição da competição dentro do seu ginásio.

O técnico Alexandre Rivetti, do Brasil Kirin Vôlei, pede que seu time entre em quadra ligado na partida desta terça-feira.

“Estamos vindo de uma sequência boa. O conjunto ganhou força nos últimos jogos e isso nos deixa animados para o duelo, mas sabemos que não teremos vida fácil. O Vivo/ Minas é um adversário qualificado, que está em ascensão. Precisamos entrar ligados e concentrados”, disse Rivetti.

RJ Vôlei (3º) x Kappesberg Canoas (RS) (6º)

RJ Vôlei perdeu grande parte das suas estrelas, mas o grupo carioca provou que continuará lutando e, na última partida pela Superliga masculina 13/14, venceu a UFJF (MG) por 3 sets a 1. O Kappesberg Canoas vem de uma difícil derrota por 3 sets a 2 para o Vivo/Minas, quando chegou a abrir 2 a 0 no jogo. No primeiro turno da Superliga, o RJ Vôlei levou a melhor e venceu o time de Canoas por 3 sets a 1. A partida reunirá ainda um duelo de dois centrais campeões olímpicos em Atenas (2004) – Gustavo, do Canoas, e Rodrigão, do RJ Vôlei.

Sada Cruzeiro (1º) X São Bernardo Vôlei (8º)

Apesar da diferença na tabela, as duas equipes fizeram um duelo extremamente equilibrado no último sábado, pela Superliga. Na ocasião, a o Sada Cruzeiro levou a melhor somente no quinto set. O experiente central da equipe mineira, Douglas Cordeiro, sabe da dificuldade e espera mais um jogo extremamente equilibrado.

“Temos que entrar com determinação e na mesma pegada dos sets que vencemos. O São Bernardo é um time novo, que vem com tudo para cima, eles jogam soltos. A obrigação é toda nossa na quarta-feira, sabemos disso e temos um elenco preparado para esse momento”, garantiu o central.

O treinador do São Bernardo Vôlei, Peu, elogiou a criação da competição e espera que o grupo do ABC Paulista apresente evolução.

“Novas competições são sempre válidas. Isso é muito importante para a exposição das marcas e muito válido para poder movimentar o vôlei. Para São Bernardo, é uma nova oportunidade de fazer um jogo forte, contra um grande adversário”, disse o técnico.

Sesi-SP (2º) x Moda Maringá (7º)

O Sesi-SP enfrentará o Moda/Maringá (PR), uma das equipes estreantes desta edição da Superliga masculina 13/14. No primeiro turno da competição nacional, o time paulista levou a melhor e venceu a equipe do levantador Ricardinho por 3 sets a 0. Para o levantador Sandro, do Sesi-SP, o fato da equipe paulista jogar dentro de casa pode ajudar.

“O formato desse torneio é muito interessante. É um torneio curto, que dá a vaga no Sul-Americano, torneio classificatório para o Mundial. É muito importante buscar mais um título na temporada. Jogaremos o playoff em casa e isso conta muito para estarmos na semifinal”, analisou Sandro.

TABELA DA COMPETIÇÃO:

 

Jogo 1 – Dia 14/01 – 19h – Brasil Kirin x Vivo/Minas – Ginásio Taquaral (Campinas/SP) – SporTV
Jogo 2 – Dia 14/01 – 21h – RJ Vôlei x Kappesberg Canoas – Tijuca Tênis Clube (Rio de Janeiro/RJ) – SporTV
Jogo 3 – Dia 15/01 – 20h – Sada Cruzeiro x São Bernardo Vôlei – Ginásio do Riacho (Contagem/MG)
Jogo 4 – Dia 15/01 – 19h – Sesi-SP x Moda/Maringá – Vila Leopoldina (São Paulo/SP)

Jogo 4 – Dia 23/01 – 18h30 – Vencedor do 1º x 8º x Vencedor do 4º x 5º – Ginásio Chico Neto (Maringá/PR) – SporTV
Jogo 6 – Dia 23/01 – 21h – Vencedor do 2º x 7º x Vencedor do jogo 3º x 6º – Ginásio Chico Neto (Maringá/PR) – SporTV

Jogo 7 – Dia 25/01 – 10h – Vencedor do jogo 5 x Vencedor do jogo 6 – Ginásio Chico Neto (Maringá/PR) – TV Globo




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x