Search
Tuesday 27 October 2020
  • :
  • :

Craques e líderes, Filipe e Murilo se destacam nos times finalistas

Crédito: Divulgação/CBV

Crédito: Divulgação/CBV

 

As características de jogo são semelhantes. A responsabilidade diante do grupo e dentro de quadra, também. Filipe, do Sada Cruzeiro (MG), e Murilo, do Sesi-SP, são craques, líderes e têm extrema importância para seus times. Na final da Superliga Masculina de Vôlei 14/15, os dois têm tudo para ser essenciais na busca pelo título que será decidido no ginásio do Mineirinho, em Belo Horizonte (MG), no dia 12 de abril.

 

Com apenas um ano de diferença na idade, Filipe tem 35 e Murilo, 34, os ponteiros finalistas têm mais um ponto em comum na carreira: jogaram no extinto Banespa, clube de São Paulo, responsável por revelar grandes nomes da modalidade. Então, foram revelados para o cenário nacional, cresceram no vôlei e, hoje, são referências.

 

“Certamente, a final de 2000, pelo Banespa, foi o momento mais marcante. Jogamos no Mineirinho lotado, contra o Minas, que estava em casa, e foi incrível. Mas, estar na final, é sempre um desafio diferente. Cada ano tem um gostinho especial. Vamos enfrentar o Sesi-SP pela terceira vez e estou muito feliz por fazer parte dessa equipe vencedora que é o Sada Cruzeiro”, disse Filipe.

 

A experiência deu a Filipe o discernimento para saber lidar com cada companheiro de equipe nos dias que antecedem a grande decisão.

 

“Temos que respeitar cada um, o jeito das pessoas, de como cada um encara esses dias que antecedem a final. Dentro de quadra, sinto que todos os estão dando o máximo. Nos treinos, cada jogador está se doando muito e o grupo é muito comprometido e focado. Estamos todos muito contentes em estar em mais uma final”, garantiu Filipe.

 

Admirador de Murilo, seu adversário na busca pelo título da Superliga, Filipe não minimiza a qualidade do ponteiro.

 

“É um jogador que deu uma consistência enorme depois que voltou a jogar, após a cirurgia no ombro que o deixou fora de quadra por um bom tempo nessa temporada. Qualificou a recepção para que o Marcelinho pudesse jogar com a primeira bola. Além disso, exerce uma função de liderança muito importante para o grupo”.

 

O ponteiro do Sesi-SP, Murilo, retribuiu os elogios. “O Filipe é um excelente jogador. Ele tem uma função dentro do Sada Cruzeiro muito parecida com a minha, com uma participação maior no fundo de quadra, na recepção. Além disso, saca muito bem e ajuda muito no ataque, também, sendo inclusive decisivo em alguns momentos”, comentou Murilo.

 

Voltar ao Mineirinho é motivo de boas recordações para o ponteiro vice-campeão olímpico. Foi no ginásio em Belo Horizonte onde Murilo conquistou seu primeiro título de Superliga, na edição 10/11. Depois de diversos títulos com a seleção brasileira e no período em que jogou na Itália, Murilo voltou ao Brasil na busca por um que faltava.

 

“Sem dúvida, aquele foi o momento mais marcante da Superliga para mim. Ainda não tinha nenhum título na competição e queria muito a conquista. Jogamos no Mineirinho lotado, na casa do Sada Cruzeiro, com a torcida apoiando o time deles e conseguimos um resultado muito significativo para mim e para todos nós”, concluiu Murilo.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x