Search
Wednesday 23 September 2020
  • :
  • :

Dariel Cortina critica diretoria de Londrina

Da Folha Web 

17/01/12 – Ainda sem condições de entrar em quadra, o oposto cubano Dariel Cortina revelou ontem toda a sua mágoa com a diretoria do Londrina/Sercomtel/MartMinas. Tido como um dos principais atletas do elenco londrinense, o jogador que já estava no Blumenau (SC) sob o comando do técnico André Donegá, segue aguardando um desfecho em torno da novela em que se transformou a sua transferência para Londrina. 

Em tom de desabafo, Cortina falou ontem com a FOLHA e não poupou críticas aos diretores do clube. ”Já era para eu estar jogando, mas por incompetência da diretoria ainda não estou. Mas sigo trabalhando, aguardando o desfecho de tudo isso, em respeito à comissão técnica e meus companheiros”, disse o atacante. 

O oposto se apresentou ao Londrina/Sercomtel/MartMinas junto com os demais jogadores, na metade do mês de dezembro de 2011. Desde então, a diretoria do clube tenta fazer a sua transferência. Segundo o presidente, Mateus Goeber, a Federação Cubana de Vôlei exige uma taxa de cerca de R$ 35 mil para liberar a transferência do jogador. A diretoria tem até o próximo dia 27 para regularizar a situação do jogador e inscrevê-lo em definitivo junto à Confederação Brasileira de Vôlei (CBV). 

Não bastasse estar apenas assistindo os seus companheiros em ação na Superliga Masculina, o cubano ainda revelou que atualmente está recebendo apenas 30% de seus vencimentos. ”É uma situção bem difícil, tenho filhos para sustentar e dívidas para pagar. Não é fácil manter a cabeça fria neste momento, mas meus companheiros têm me ajudado muito”, conta o jogador, que garantiu, inclusive, já ter recebido propostas, uma delas do Lokomotiv, da Rússia, para trocar de equipe. 

Antes do treinamentos da tarde de ontem, o técnico André Donegá aguardava um novo posicionamento da diretoria sobre a situação de Cortina. Ele espera contar com o atleta o mais rapidamente possível, já que, sem ele, o treinador, tem apenas um atleta para a posição: Caio De Pra, 24 anos. O dono da camisa 9 é o 12º maior pontuador da Superliga Masculina, com 106 pontos. 

A reportagem da FOLHA tentou contato com o presidente Mateus Goeber para comentar a situação do cubano, mas ele não atendeu às ligações e nem retornou até o fechamento desta edição. Em quadra, a equipe enfrenta amanhã o Rio de Janeiro, às 20 horas, no Moringão.
 
Reprodução
 




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x