Search
Sunday 12 July 2020
  • :
  • :

De olho na vice-liderança da Superliga, Bjelica avisa: “Precisamos dessa vitória para continuarmos em uma crescente”

Crédito: Hérica Suzuki

 

O Vôlei Nestlé está com 40 pontos e ocupa a terceira posição da Superliga, com dois jogos a menos que o Dentil/Praia Clube, vice-líder com 43. De olho na briga pela segunda colocação, o clube de Osasco recebe o Fluminense nesta terça-feira (14/02), às 19h30, no ginásio José Liberatti, pela sexta rodada do segundo turno. Invicto como mandante, o time comandado pelo técnico Luizomar vem de três vitórias consecutivas na competição e conta com o bom momento da oposta Bjelica, titular nos últimos três compromissos da equipe.

 

Bjelica entrou como titular nos confrontos com o Camponesa/Minas, pela Copa do Brasil, e nas vitórias diante de Rio do Sul e Terracap/BRB/Brasília Vôlei, ambas pela Superliga. “Estou me sentindo cada vez melhor, ainda mais agora com essa oportunidade que estou tendo de começar jogando. O mais importante é ajudar o time e estou podendo fazer isso de maneira mais efetiva. Penso que temos que jogar melhor a cada rodada para chegarmos bem preparadas para a fase final da Superliga. É importante fazer um bom jogo contra o Fluminense, que tem boas jogadoras, e precisamos dessa vitória para continuarmos em uma crescente”, afirma a sérvia, que marcou sete pontos contra Rio do Sul e 13 diante de Brasília.

 

Atuando ao lado de sua torcida, o Vôlei Nestlé soma vitórias contra São Cristóvão Saúde/São Caetano, Pinheiros, Rio do Sul, Camponesa/Minas, Rexona-Sesc, Renata Valinhos/Country, Genter Vôlei Bauru, Sesi-SP e Terracap/BRB/Brasília Vôlei. São 26 pontos dos 40 no geral. No primeiro turno, no Rio de Janeiro, o time de Osasco marcou 3 a 0 e teve Tandara como a maior pontuadora, com 16 acertos. “Temos que ir para cima do Fluminense nesta terça-feira. Nosso objetivo é jogar bem e conquistar os três pontos. Porém, sabemos que é um adversário muito difícil, com jogadoras experientes. Não podemos dar bobeira, senão elas aproveitam”, ressalta Tandara.

 

O primeiro confronto entre os clubes na história da Superliga foi disputado nesta temporada no ginásio da Hebraica, no final de novembro, e o Vôlei Nestlé saiu vitorioso com parciais de 25/14, 28/26 e 30/28. Dani Lins foi eleita a melhor em quadra e recebeu o troféu VivaVôlei. O primeiro colocado da competição nacional é o Rexona-Sesc, com 50 pontos, e duas partidas a mais que a equipe de Osasco.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x