Search
Thursday 1 October 2020
  • :
  • :

De virada, Vôlei Futuro vence o Banana Boat e garante lugar nas semifinais

 17/03/12 – O Vôlei Futuro (SP) garantiu um lugar entre as quatro melhores equipes da Superliga feminina de vôlei 11/12. Fora de casa, neste sábado (17.03), o time de Araçatuba passou pelo Banana Boat/Praia Clube (MG), de virada, por 3 sets a 2, parciais de 18-25, 20-25, 28-26, 25-16 e 15-11, em 2h28 de jogo. A equipe mineira contou com apoio da torcida, que lotou o ginásio do Praia Clube lotado, em Uberlândia (MG).

 


Com duas vitórias, o Vôlei Futuro fechou a série melhor-de-três das quartas-de-final. Na última terça-feira (13.03), dentro de casa, o time de Araçatuba superou o time mineiro também por 3 sets a 2. O adversário do Vôlei Futuro sairá do confronto entre a Unilever (RJ) e o Mackenzie/Cia do Terno (MG), que duelarão na próxima segunda-feira (19.03), no ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro (RJ). O Sportv transmitirá ao vivo.

Em tarde inspirada, a central Walewska, do Vôlei Futuro, foi o nome do jogo e terminou como a maior pontuadora, com 25 acertos (19 de ataque e seis de bloqueio). A líbero Verê, que entrou no segundo set no lugar da americana Stacy Sykora, foi eleita a melhor jogadora do confronto e levou o troféu VivaVôlei para casa.

“Foi um jogo difícil dentro da casa delas. Sabíamos que seria assim, e deixamos a equipe do Banana Boat/Praia Clube abrir dois sets a zero. Depois do segundo set, conseguimos achar o nosso ritmo e conquistamos o nosso objetivo, que era essa vaga na semifinal. Agora, vamos descansar e depois pensar no nosso adversário da semifinal”, afirmou a central.

Assim como Walewska, a líbero Verê também lamentou o início ruim do grupo de Araçatuba, mas estava feliz com a vitória.

“Sabíamos que o jogo não seria fácil. Jogamos abaixo do que poderíamos, mas mostramos a força do nosso grupo. O Banana Boat/Praia Clube tem uma equipe que defende muito e sabe jogar. Fiquei feliz de entrar e ajudar a equipe” disse a líbero.

Pelo lado do Banana Boat/Praia Clube, a experiente líbero Arlene estava triste com a derrota, mas fez questão de enaltecer o bom trabalho realizado em Uberlândia.

“Nos preparamos bem para a partida e tivemos as nossas chances. O Vôlei Futuro era a equipe favorita e jogou melhor os pontos decisivos. Paramos nas quartas-de-final, como no ano passado e, agora, temos que começar tudo do zero. O Banana Boat/Praia Clube tem feito um grande trabalho e espero continuar no grupo”, garantiu a líbero.

O jogo

O Banana Boat/Praia Clube começou melhor a partida. Com um ponto de bloqueio, o time de Uberlândia abriu dois (10/8). A ponteira Dayse, da equipe mineira, brilhava na parcial e a diferença subiu para cinco (18/13). O time da casa seguiu na frente e fechou o primeiro set por 25/18.

A vitória no primeiro set fez bem ao time mineiro. Em um contra-ataque da oposto Monique, o Banana Boat/Praia Clube abriu três pontos (13/10). No final da parcial, a equipe de Uberlândia seguiu dominando o jogo. O treinador Paulo Coco, do Vôlei Futuro, fez várias substituições, mas o time da casa fechou o segundo set, com um ponto de bloqueio, por 25/20.

O Vôlei Futuro cresceu de produção no início da terceira parcial e abriu dois na primeira parada técnica (8/6). A ponteira Dayse conseguiu uma boa sequência de saques, e o Banana Boat/Praia Clube virou o placar (10/9). O set seguiu disputado ponto a ponto. As centrais Walewska e Carol Gattaz passaram a ser determinantes para a equipe de Araçatuba e, depois de um final de set emocionante, o Vôlei Futuro venceu a terceira parcial por 28/26.

O Vôlei Futuro voltou motivado para o quarto set e abriu três (7/4). A equipe de Araçatuba seguiu sem dar chances para o time da casa e, em um ponto de ataque da oposto Joycinha, chegou a vantagem de oito (18/10). Com tranquilidade, o Vôlei Futuro venceu o set por 25/16 e empatou a partida.

No quinto set o bloqueio do Vôlei Futuro voltou a aparecer na partida e a ponteira Paula Pequeno cresceu de produção nos momentos decisivos. O Banana Boat/Praia Clube chegou a reagir no final, mas o time de Araçatuba fechou o set por 15/11 e o jogo por 3 sets a 2.

Próximos confrontos

No domingo (18.03), às 14h20, Sesi-SP e Usiminas/Minas (MG) farão o segundo jogo das quartas-de-final, no ginásio Vila Leopoldina, em São Paulo (SP). As mineiras venceram a primeira partida da série por 3 sets a 2.

Já na sexta-feira (16.03), o Sollys/Nestlé (SP) foi a primeira equipe a garantir uma vaga nas semifinais ao superar o BMG/São Bernardo (SP) por 3 sets a 1. Com o resultado, o time de Osasco fechou a série melhor-de-três, com duas vitórias.

Vôlei Futuro – Ana Cristina, Joycinha, Paula Pequeno, Fernanda Garay, Walewska e Andressa. Líbero: Stacy. Técnico – Paulo Coco. Entraram: Jú Odilon, Ana Tiemi, Fernanda Berti, Carol Gattaz e Verê

Banana Boat/Praia Clube – Juliana, Monique, Suelle, Dayse, Angelica e Giovanna. Líbero: Arlene. Técnico – Spencer Lee. Entraram: Elis, Sara, Camila Paracatu, Nicole e Camila Torquette



Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x