Search
Wednesday 20 January 2021
  • :
  • :

Descubra o que Tandada e Gabi tem em comum para a grande final da Superliga

Tandara (Wander Roberto/Inovafoto/CBV)                               Gabi  (Washington Alves/Inovafoto/CBV)

 

Rexona-Sesc (RJ) e Vôlei Nestlé (SP) chegam para 11ª final da Superliga entre as duas equipes com duas ponteiras que se destacaram durante toda a edição 16/17. Tandara, do time de Osasco (SP), maior pontuadora da competição, com 408 pontos, e Gabi, do Rexona-Sesc (RJ), quarta maior pontuadora ao lado da oposta Monique, com 358 pontos, são pontos de referência nas finalistas. A final será realizada no próximo domingo (23.04), às 10h, na Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro (RJ). A TV Globo e o SporTV transmitirão ao vivo.

 

A ponteira Gabi, que tem também a 6ª melhor recepção e o 9º ataque mais eficiente da competição, comentou sobre a temporada do Rexona-Sesc e chamou a atenção para a superação do grupo comandado pelo treinador Bernardinho.

 

“Essa temporada foi muito importante e com um playoff semifinal exaustivo contra o Camponesa/Minas decidido em cinco jogos. Nosso time passou por momentos de superação e isso nos fortaleceu. Estou feliz de disputar mais uma final com o Rexona-Sesc. Acredito que amadureci ainda mais esse ano pelos momentos de dificuldade que passamos, como quando perdemos dois jogos seguidos em casa”, disse Gabi, que também falou sobre sua busca por ser uma jogadora cada vez mais completa.

“Com a saída da Natália (se transferiu para o Fenerbaçhe, da Turquia) assumi uma responsabilidade maior no passe e isso foi muito importante para mim como jogadora. Tenho tentando me dedicar cada vez mais. Sei que não sou uma jogadora alta e para conseguir um diferencial tenho que errar pouco e dar volume para a equipe. Fico feliz com a confiança que o Bernardo, a comissão técnica e as jogadoras passam para mim”, explicou.

A ponteira do time carioca fez ainda uma análise do adversário na final da Superliga feminina de vôlei 16/17.

“Na minha opinião o Vôlei Nestlé é o favorito pela semifinal que fez contra o Dentil/Praia Clube. Elas foram muito consistentes nesses jogos. A Tandara pressiona muito as equipes e é decisiva. A Bia também vem jogando muito bem, assim como a Dani Lins e a Camila Brait, que fazem a equipe jogar. Enfim, elas têm grandes jogadoras. Tem tudo para ser uma grande final. Temos que trabalhar muito essa semana e aproveitar o fator casa”, afirmou a atleta.

 

Tandara decisiva

Pelo lado do Vôlei Nestlé, a ponteira Tandara foi decisiva durante toda a temporada para o time do treinador Luizomar de Moura. As estatísticas comprovam o bom momento da atacante. A campeã olímpica tem o melhor saque e o segundo ataque mais eficiente da Superliga feminina 16/17, além de ser a maior pontuadora da competição.

 

A atacante analisou a boa fase e falou sobre seu momento atual na Superliga 16/17.

“Foi uma temporada muito importante vindo da seleção depois de um corte, além de ser a temporada seguinte a minha gestação. Todo meu trabalho está sendo recompensado pelas estatísticas e a nossa temporada. Entre os meus objetivos estão errar menos, ser mais objetiva e evoluir fisicamente e taticamente. Tenho trabalhado muito forte para isso”, disse Tandara, que ainda fez uma análise da decisão contra o Rexona-Sesc.

“É um clássico do voleibol brasileiro e espero que seja o melhor espetáculo possível para os torcedores. Sabemos que vamos precisar ser decisivas e errar o mínimo possível. Espero fazer o meu melhor e ajudar o Vôlei Nestlé da melhor maneira possível nessa final”, diz a atacante.

Craque da galera

As jogadoras brilharam pelas quadras do Brasil em toda a temporada 16/17 da Superliga feminina de vôlei. Chegou a hora dos torcedores reconhecerem a dedicação das atletas na votação da “Craque da Galera”. A eleição acontecerá até o dia 21 de abril, às 16h, no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) pelo link: http://superliga.cbv.com.br/craque-da-galera.

A vencedora receberá a premiação durante a grande final, no dia 23 de abril, no Rio de Janeiro. Os torcedores poderão votar entre 16 nomes, dois de cada semifinaislita e um dos demais times.

Final

23.04 (DOMINGO) – Rexona-Sesc (RJ) x Vôlei Nestlé (SP), às 10h, Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro (RJ) – TV Globo e SporTV




Subscribe
Auto Notificar:
guest
11 Comentários
o mais novo
mais velho mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Deivid

Torcendo que o Rio passe o carro por cima do Osasco como sempre faz, sou torcedor do Praia e do Minas, Osasco eterno vice do Rio, antes o time que tem o melhor conjunto e os torcedores menos irritantes, vai Rio passa por cima do tapete eterno. Tandara é a única que vira, quero ver quando o Rio marcar como fez com Hooker que pega a bola alta, com Tandara que é só diagonal e ainda nem tem tanto alcance vamos ver de quanto será o tombo e aguardo para o desmanche do time que já está sendo feito nos… Ler mais »

katia

eu amor tandara ela é a melhor do mundo

Diana Li

Na minha opinião os seguintes motivos fazem do Rio o Favorito: – O time do Rio é mais preparado psicologicamente. As jogadoras do Rio são mais cascudas, estão acostumadas a disputar finais, e sabem lidar melhor com as adversidades e com todas as variáveis de um jogo. – O time do Rio é mais preparado taticamente. Enquanto nos times adversários voce vê um jogo elaborado pra depender apenas de uma jogadora, no Rio a comissão técnica arma uma estratégia pra fazer todo o time jogar, um plano de jogo que faz o time funcionar como um todo e ao mesmo… Ler mais »

D.C.JONES

Nossa, o mesmo comentário?????

Jess

Acho o Rio favorito tb, mas discordo da parte de que o Rio vai jogar com o passe na mão, pq não creio que o Osasco não vá forçar o saque, até pq esse é um dos principais pontos que o time paulista TEM que explorar, se almeja ser campeão..

PraiaMinas

Concordo.Se não forçarem o saque, ficará ainda mais fácil para o Rio.Acho que essa será as estratégia do Osasco.Saque forçado, Roberta terá que jogar nas pontas e Monique e Gabi estarão marcadas.

D.C.JONES

Sim é o único jeito e tentar marcar mais a Gabi e a Juciely, o que não é tarefa Fácil. O restante é trabalhar com a Malesevic e Brait para tentarem cubrir mais a quadra e deixar aTandara menos passe e mais livre para atacar. TANDARA tem de erra menos, principalmente no contra ataque. MALESEVIC tem que passar mais, só passar. ela está lá para isso. Bejlica tem de ser mais malandra saber explorar o bloqueio. leva muito toco. DANI lins tem de ler melhor o jogo, as vezes ela insiste muito em uma determinada bola. O grande problema do… Ler mais »

Jess

ou seja.. estamos lascados.. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Jess

Bjelica leva muito toco, pq a bola que a Dani levanta pra ela é baixa (ACHO)

Jess

Tem outro porém, a Tandara tem mania de se meter na frente da Brait e da Malesevic.. enfim.. espero que não aconteça

D.C.JONES

O Osasco tem que jogar tudo no Saque e sem errar.
O time do Rio é mais homogêneo e tem mais conjunto, se não forçar o saque, 3×0 fácil e menos de uma hora e meia, o que seria um presente para a globo, que faz de tudo para não transmitir os jogos.

Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x