Search
Monday 28 September 2020
  • :
  • :

Duplas brasileiras atropelam adversários na estreia dos Jogos Sul-Americanos

Foto: Divulgação

Taiana e Talita completaram 100 vitórias na estreia dos Jogos

O Brasil mostrou nesta quarta-feira (12/03) quem costuma dar as cartas nas areias, agora no continente. Na abertura do torneio de vôlei de praia da 10ª edição dos Jogos Sul-Americanas, em Santiago (CHI), Emanuel/Pedro Solberg, Alison/Bruno Schmidt, Talita/Taiana e Lili/Duda largaram com vitórias tranquilas rumo ao título de ambos os naipes. E não só venceram sem perder um set como deram uma aula aos vizinhos.

O experiente e multicampeão Emanuel, que estreia na competição depois de 23 anos de uma vitoriosa carreira, foi quem teve uma partida um pouco mais complicada ao lado do parceiro Pedro Solberg, parceria que debuta na seleção. Depois de vencerem por 21-14 o primeiro set contra os argentinos Pablo Bianchi e Facundo Del Coto, conhecidos das duplas brasileiras do Circuito Sul-Americano, eles fecharam o jogo com um apertado 23-21 no segundo. Com o resultado, já lideram o Grupo B.

A outra dupla verde e amarela que estreia na seleção teve vida ainda mais tranquila no primeiro dia de jogos em Santiago. Pelo Grupo D, Alison e Bruno Schmidt derrotaram uma das duplas da casa, formada pelos chilenos Cristobal Martinez e Rodrigo Salinas, por 2 a 0, parciais de 21-9 e 21-15. Assim como Emanuel e Pedro Solberg, eles voltam à quadra nesta quinta-feira para se aproximarem ainda mais das quartas de final – os dois primeiros de cada grupo avançam.

Entre as mulheres, Talita e Taiana, atuais campeãs do Circuito Mundial, não tomaram conhecimento da jovem dupla colombiana Erica Zuluaga/Cindy Peñaloza e emplacaram um duplo 21-6. Resultado maiúsculo que marcou a vitória de número 100 da ainda curta história da dupla, que completou um ano de vida em janeiro deste ano. Elas lideram o Grupo B do torneio feminino, dando o primeiro grande passo para garantir uma das vagas nas quartas.

Mesmo caminho trilhado por Lili e Duda, parceria formada há dois meses e que ganha corpo a cada dia. Pelo Grupo D, elas também tiveram uma dupla anfitriã pela frente e também atropelaram. As chilenas Maria Josefina Velez e Pilar Mardones nada puderam fazer diante do poderio brasileiro e foram derrotadas por 2 a 0, parciais de 21-9 e 21-8.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x