Search
Tuesday 22 September 2020
  • :
  • :

Duplas do Brasil se garantem nas oitavas em Haia

Foto: FIVB

As meninas do Brasil estão mostrando nas areias holandesas do que são capazes. Nesta quinta-feira (13/06), três das quatro duplas brasileiras já se garantiram nas oitavas de final do Grand Slam de Haia do Circuito Mundial 2013. Apenas Ágatha/Maria Elisa, que só teve uma derrota na fase de grupos, para Lili/Bárbara Seixas, ainda terá que passar por uma segunda fase eliminatória para avançar. As demais venceram todos os jogos e terminaram em primeiro em seus grupos.

No Grupo G, por exemplo, Lili e Bárbara Seixas, que já haviam vencido os dois compromissos na véspera, na abertura do torneio principal, voltaram a brilhar nesta quinta e confirmaram a primeira colocação da chave e a automática classificação para as oitavas. As vítimas da vez foram as donas da casa Van der Vlist e Wesselink: 2 a 0, parciais de 21-17 e 21-16. Agora, aguardam a vencedora do duelo Holtwick/Semmler (ALE) x Zumkehr/Heidrich (SUI) para buscarem uma vaga nas quartas.

Já Ágatha e Maria Elisa derrotaram as polonesas Kolosinska e Brzostek também por 2 a 0 (21-12 e 23-21) e ficaram em segundo lugar no grupo. Assim, serão obrigadas a jogar uma espécie de repescagem na manhã desta sexta-feira (14/06) para carimbar o passaporte para as oitavas. As adversárias serão as alemãs Köhler e Schumacher, as mesmas que já perderam de 2 a 0 para Taiana e Talita pela fase de grupos.

E por falar em Taiana e Talita, campeãs do Grand Slam de Xangai (CHN), elas também fecharam a primeira fase com 100% de aproveitamento. Pelo Grupo H, bateram nesta quinta as espanholas Liliana e Baquerizo por 2 a 1, parciais de 21-14, 14-21 e 15-8. Nas oitavas, jogarão contra Schwaiger D./Schwaiger S. (AUT) ou Forrer/Vergé-Dépré (SUI), que ainda se enfrentam pela repescagem.

“Sempre jogo bem com vento, que costuma ser forte aqui em Haia e em Marselha também. E este foi um dos pontos importantes para nossa vitória, ter conseguido superar essa adversidade. Sem falar que derrotamos uma dupla que nos eliminou em Corrientes, na etapa passada. Acho que podemos fazer ainda melhor e nos tornar uma grande equipe”, disse Talita, que costuma brilhar em Haia, onde foi prata em 2009, ouro em 2010 e bronze em 2011, ao lado de Maria Elisa.

E pelo Grupo C, quem também deu show e venceu as três partidas foram as irmãs Maria Clara e Carol, bronze nas duas últimas etapas do Circuito Mundial, em Xangai (CHN) e Corrientes (ARG). No último compromisso da chave, derrotaram as alemãs Holtwick e Semmler por 2 a 1, parciais de 21-14, 17-21 e 15-9, e agora apenas aguardam a dupla vencedora do confronto entre Bonnerova/Hermannova (RTC) e Dubovcova/Nestarcova (ESL).




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x