Search
Friday 4 December 2020
  • :
  • :

Em duelo entre Alison e Emanuel na China, melhor para o Mamute

Foto: FIVB

Um duelo no mínimo curioso e inusitado abriu o Grand Slam de Xiamen (CHN) do Circuito Mundial. De um lado, Alison. Do outro, Emanuel. Parceiros desde 2010, responsáveis pela conquista da medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Londres no ano passado, eles foram obrigados a se enfrentar na madrugada desta quarta-feira (23/10), horário de Brasília. E, jogando com Vitor Felipe, o Mamute levou a melhor sobre Emanuel, que faz dupla na China com Evandro.

Assim como aconteceu no Grand Slam de Moscou (RUS), Letícia Pessoa, técnica da seleção masculina de vôlei de praia, optou pela formação dessas duas novas parcerias, visto que as duas duplas originais (Alison/Emanuel e Evandro/Vitor Felipe) já não tinham mais chances de brigar pelo título da temporada. Uma mudança, também, para dar mais rodagem e experiência em jogos internacionais aos dois mais jovens da turma. Na Rússia, inclusive, Emanuel e Evandro acabaram como vice-campeões.

Só que, desta vez, as duplas brasileiras caíram no mesmo grupo na fase de classificação em Xiamen. Pela primeira vez desde que juntaram forças no último ciclo olímpico, Alison e Emanuel se viram de lados opostos da quadra. Apesar de um jogo duro, decidido em três sets, o tie break acabou com um placar elástico. Após perderem o primeiro por 21-15, Alison e Vitor Felipe empataram com um 21/16 e viraram a partida com uma atuação irretocável no terceiro set, fechando em 15-6.

No jogo seguinte, Alison e Vitor Felipe voltaram a vencer e lideram o Grupo G. As vítimas foram os suíços Chevallier e Prawdzic: 2 a 0, parciais de 21-10 e 21-17. Já Emanuel e Evandro se recuperaram e bateram os americanos Brunner e Rogers por 2 a 0 (21-9 e 21-18). Às 2h40 desta quinta-feira (24/10), horário de Brasília, eles invertem esses confrontos para definirem a situação na chave. Apenas o primeiro colocado de cada grupo se classifica automaticamente para as oitavas de final. Já segundo e terceiro lugares ainda precisam encarar uma repescagem.

Na luta pelo título da edição 2013, Bruno Schmidt e Pedro Solberg não tiveram vida fácil na abertura da etapa de Xiamen, mas venceram seus dois jogos. A 250 pontos dos líderes do ranking, os letões Janis Smedins e Samoilovs, os brasileiros sabem que precisam fazer uma boa campanha na China, neste que é, segundo os próprios afirmam, o Grand Slam mais importante do ano até aqui para eles. Apesar do desgaste das últimas semanas, que culminou nas conquistas do Grand Slam de São Paulo do Circuito Mundial e da etapa do Rio do Circuito Banco do Brasil Open, deram conta do recado.

E já foi um dia de fortes emoções para Bruno Schmidt e Pedro Solberg, com duas vitórias de virada. Na estreia pelo Grupo B, derrotaram os franceses Salvetti e Daguerre por 2 a 1, parciais de 12-21, 21-14 e 15-6. Na partida seguinte, bateram os italianos Tomatis e Ranghieri pelo mesmo placar, com parciais de 19-21, 21-15 e 15-10. À meia-noite desta quinta, eles encerram a participação na fase de grupos contra Dollinger/Flüggen, da Alemanha, buscando a confirmação da liderança da chave e a vaga nas oitavas.

Por fim, Ricardo e Álvaro Filho somaram uma vitória e uma derrota na abertura do Grupo C. Depois de vencerem com tranquilidade os americanos Slick e Montgomery por 2 a 0, parciais de 21-19 e 21-16, eles acabaram derrotados pelos russos Bykanov e Koshkarev por 2 a 0 (22-20 e 21-18). Mesmo assim, ainda há a possibilidade de terminarem em primeiro da chave. Para tal, têm que vencer Horst/Petutschnig, da Áustria, na madrugada desta quinta.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x